Fonte: OpenWeather

    Pandemia no Amazonas


    Amazonas passa novamente de mil casos de Covid-19 em 24 horas

    Dos 158.718 casos confirmados no Amazonas até esta terça-feira, 61.912 são de Manaus (39,01%) e 96.806 do interior do estado (60,99%)

    O número de infectados vem subindo nos últimos dias | Foto: Lucas Silva/Em Tempo

    Manaus - Nas últimas 24 horas, a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) registrou 1.050 novos casos de Covid-19. O Boletim Diário da doença divulgado, nesta terça-feira (27), horas após o governador Wilson Lima anunciar a renovação do decreto emergencial que proíbe o funcionamento de bares, praias e flutuantes, além da ampliação de leitos na rede estadual de saúde.

    Dos 1050 casos, 970 foram detectados por testes rápidos, que identificam os anticorpos, sendo a maioria dos casos antigos que podem ter ocorrido no pico da pandemia, com data de início dos sintomas entre, pelo menos, oito e 180 dias ou mais das primeiras manifestações da doença. Outros 80 foram detectados por RT-PCR, que aponta casos novos entre o 3º e o 6º dias da doença. Com os novos números, o Amazonas tem agora, no total,158.718 casos da doença.

    Dos 158.718 casos confirmados no Amazonas até esta terça-feira, 61.912 são de Manaus (39,01%) e 96.806 do interior do estado (60,99%).

    Mortes

    Conforme o boletim, foram confirmados 18 óbitos por Covid-19, sendo sete ocorridos na segunda-feira (26) e 11 óbitos foram encerrados por critérios clínicos. O Estado tem 4.478 mortes causadas pelo vírus. O boletim acrescenta ainda que 18.864 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas, o que corresponde a 11,89% dos casos confirmados ativos.

    Internações

    360 pacientes estão internados na rede de saúde, sendo 249 em leitos clínicos (46 na rede privada e 203 na rede pública), 97 em UTI (51 na rede privada e 46 na rede pública) e 14 em sala vermelha na rede pública. Há ainda outros 50 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 33 estão em leitos clínicos (19 na rede privada e 14 na rede pública), 17 estão em UTI (12 na rede privada e cinco na rede pública).

    Ao todo, nove municípios não atualizaram o sistema de informação para consolidação dos dados do boletim, são eles: Eirunepé, Juruá, Jutaí, Manaquiri, Novo Aripuanã, Santo Antônio do Içá, Tabatinga, Tapauá e Tonantins.

    Decreto

    Wilson Lima anunciou ainda o início do o Plano de Contingência para o Período Sazonal da Síndrome Respiratória Aguda Grave
    Wilson Lima anunciou ainda o início do o Plano de Contingência para o Período Sazonal da Síndrome Respiratória Aguda Grave | Foto: divulgação


    Durante a manhã desta terça-feira, o Comitê de Enfrentamento da Covid-19, do Governo do Amazonas, aprovou a prorrogação do Decreto nº 42.794/2020, que suspende, por mais 30 dias, o acesso às áreas de praias para recreação e o funcionamento de balneários, flutuantes e bares.

    A medida foi tomada após avaliação dos dados epidemiológicos da doença no estado. Wilson Lima anunciou ainda a chegada de 60 respiradores enviados pelo Ministério da Saúde, além de monitores e medicamentos, e a contratação temporária, pelo Governo do Estado, de mais 85 técnicos de enfermagem para reforçar a rede estadual de assistência.

    O Governo colocou em operação o Plano de Contingência para o Período Sazonal da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). O plano tem como principal objetivo aumentar o número de leitos de retaguarda para Covid-19 e reduzir as internações por outras causas na rede estadual de saúde. Na primeira etapa do plano, já em andamento, estão sendo montados mais 30 leitos de UTI no hospital de referência Delphina Aziz. A meta, nessa fase inicial, é aumentar em 26% a oferta de leitos de UTI na rede estadual, passando de 120 para 162.