Criatividade


Chef amazonense viraliza na internet após confeitar bolo com filho

Utilizando um pano indígena para carregar filho com apenas um mês de vida, amazonense ensina a confeitar bolos e vídeo viraliza nas redes sociais

Para a chef, a decisão de confeccionar bolos juntinho de seu filho foi em razão de readaptação do dia a dia
Para a chef, a decisão de confeccionar bolos juntinho de seu filho foi em razão de readaptação do dia a dia | Foto: Arquivo Pessoal

Manaus – A chef de cozinha e professora de confeitaria Thais Vieira, de 26 anos, há dez meses passou por uma reviravolta com a gravidez do pequeno Gohan ao lado do marido Stefano Vieira, a manauara ganhou uma nova rotina e utilizou da criatividade para continuar ensinando a prática de enfeitar bolos.

Na última semana, em comemoração ao aniversário do filho, a confeiteira fez um vídeo para o instagram que viralizou. Enquanto trabalhava na confecção de bolos, o bebê fazia parte do momento sendo carregado pelo sling. O pano sling é uma versão modernizada dos tradicionais carregadores de bebês, utilizadas durante séculos em culturas indígenas, africanas, indianas e asiáticas.  

Para a chef, a decisão de confeccionar bolos juntinho de seu filho foi em razão de readaptação do dia a dia. "Como não tinha outra pessoa para me ajudar em casa, eu não ia deixar ele sozinho e não podia deixar de trabalhar. E apareceu um bolo para fazer, encontrei uma forma de trabalhar com ele que foi pelo sling. Comecei a decorar meus bolos e dar minhas aulas. É maravilhoso trabalhar com ele e saber que está o tempo todo juntinho de mim, é a melhor sensação do mundo", relata Thais Vieira.

Durante a pandemia muitos manauaras se reinventaram e buscaram pela criatividade para driblar as dificuldades financeiras e Thais foi uma destas pessoas. A chef tinha sonho de ser mãe ,e ela juntamente com o esposo já estavam com planos para doação, quando foram surpreendidos com a gravidez neste ano.

"A médica me passou um exame de sangue, fiquei sem acreditar, mas aos poucos foi caindo a ficha. Quando iniciou a quarentena tive que mudar totalmente a minha rotina, tive que me adaptar, como eu era do grupo de risco por estar grávida, tive que me isolar. E eu tinha que continuar minha renda sem me colocar em risco e nem ele também, foi quando comecei a criar meus cursos on-line e acabei alcançando um bom público pelo Brasil", disse.

Com mais de 50 mil visualizações no Facebook e mais de 30 mil no instagram, o vídeo repercutiu nas mídias sociais.

Amor pela cozinha

Formada em gastronomia, nem sempre a chef Thais Vieira teve como sonho ingressar na área de culinária, a sua primeira opção de curso era enfermagem. Porém, a mãe do Gohan, logo nas primeiras aulas de gastronomia se apaixonou pelo curso.

Em 2012, logo no primeiro ano de faculdade, a chef conseguiu sua primeira experiência com confeiteira e, desde então, começou a trabalhar com encomendas.

Em 2012, logo no primeiro ano de faculdade, a chef conseguiu sua primeira experiência com confeiteira e, desde então, começou a trabalhar com encomendas
Em 2012, logo no primeiro ano de faculdade, a chef conseguiu sua primeira experiência com confeiteira e, desde então, começou a trabalhar com encomendas | Foto: Arquivo Pessoal

"Quando chegou o 3º período da faculdade veio a matéria de confeitaria e foi quando eu me apaixonei de vez. Desde o ano de 2013 comecei a trabalhar com encomendas, foi quando comecei a enviar meu currículo para todos os classificados. Fiquei fazendo várias e me apareceu a oportunidade de dar aula, foi quando conciliei os dois. De dois anos para cá e agora meu trabalho é apenas ensinar pessoas", conta. 

 Leia Mais:

Geração de mais emprego começa com a educação empreendedora nas escolas

Comida de pai: quando a habilidade gastronômica também está no DNA