Fonte: OpenWeather

    Plano na saúde do AM


    'Giro de leitos’: 76 pacientes fazem cirurgias ortopédicas em Manaus

    O plano está sendo executado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) que trabalha na reorganização da rede com o aumento no número de leitos

    O plano é desafogar o sistema de saúde o Amazonas
    O plano é desafogar o sistema de saúde o Amazonas | Foto: Rodrigo Santos/SES-AM e Divulgação

    Manaus - Os três grandes Hospitais e Prontos-Socorros (HPS) da capital – João Lúcio Machado, Platão Araújo e 28 de Agosto- realizaram 76 cirurgias ortopédicas durante a primeira semana do plano de “Giro de Leitos – 30 dias”.

    O plano está sendo executado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), como parte do plano de contingência montado pelo Governo do Amazonas para o período sazonal das Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAGs), que trabalha na reorganização da rede com o aumento no número de leitos.

    As 76 cirurgias realizadas equivalem a um aumento de quase 70% do que era previsto pela SES-AM nesse início do planejamento. Os dados foram apresentados durante a reunião de avaliação com a equipe da secretaria, na Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), na noite de terça-feira (03).

    A SES-AM pretende potencializar a resolutividade dos atendimentos que mais exercem pressão sobre os prontos-socorros, reduzindo as hospitalizações e as taxas de ocupação nessas unidades, realizando esses procedimentos em um horário diferenciado, além do que já é rotina do hospital.

    De acordo com o secretário de Saúde, Marcellus Campêlo, o objetivo da reunião foi avaliar se as metas haviam sido alcançadas e quais ajustes serão necessários para melhorar o plano na segunda semana de execução.

    A reunião foi realizada para ajustes necessários no plano
    A reunião foi realizada para ajustes necessários no plano | Foto: Rodrigo Santos/SES-AM e Divulgação

    “Nós atingimos o objetivo da primeira semana, que era realizar uma média de três cirurgias por dia em cada pronto-socorro da cidade de Manaus; por dia, nós fizemos por volta de 9 ou 10 procedimentos de cirurgia ortopédica. Nós estamos avançando”, afirmou.

    A secretária executiva adjunta de Políticas em Saúde, Nayara Maksoud, explica que, para o plano, as salas cirúrgicas dos três HPSs são utilizadas no período noturno para a realização das cirurgias ortopédicas de segundo tempo, ou seja, quando deixam de ter perfil de urgência e emergência e podem ser programadas. 

    “Identificamos hoje que na primeira semana nós iríamos realizar 45 cirurgias, mas ultrapassamos a meta. Conseguimos chegar a 76 cirurgias já realizadas, com uma alta desses pacientes de 24 a 48 horas no pós-operatório, e até agora consideramos que o projeto está sendo realizado com eficácia”, ressaltou a secretária.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Obra do T6 têm 80% de execução e entrega confirmada para dezembro

    421 novos casos de Covid-19 são confirmados nesta terça-feira (3)