Fonte: OpenWeather

    Vacinação no AM


    Campanha de Multivacinação segue até o dia 30 de novembro no AM

    A capital do estado, Manaus, atingiu cobertura de 50,08% e Amazonas segue em busca da meta vacinal

    A meta é vacinar, pelo menos, 95% dos grupos prioritários
    A meta é vacinar, pelo menos, 95% dos grupos prioritários | Foto: Reprodução

    Manaus – A Campanha de Multivacinação foi prorrogada até o próximo dia 30 de novembro no Amazonas. O alerta é da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) para que o AM atinja a meta vacinal.

    A meta é vacinar, pelo menos, 95% dos grupos prioritários, que são crianças de 1 a 4 anos, para poliomielite, e de crianças e adolescentes para atualização das demais vacinas da caderneta vacinal.

    Existe a possibilidade de retorno de doenças eliminadas, devido à deficiência vacinal. É o que explica a diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto.

    “Há um esforço coletivo entre os serviços de saúde para manter disponíveis todas as vacinas preconizadas no calendário vacinal da criança. No entanto, é percebida a baixa adesão aos pais ou responsáveis para vacinar essas crianças”, disse.

    Rosemary lembra que o mundo todo está à espera de uma vacina contra a Covid-19, mas há outras doenças que podem retornar ao nosso convívio por conta da falta de vacinação.

    “Vacinar é o maior ato de amor com as crianças, pois é por meio delas que os pequenos se mantêm saudáveis dentro da família”, disse.

    Entre os municípios que estão com pior índice de cobertura vacinal na Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite deste ano estão Manicoré (6,13%), Tapauá (6,86%), Boca do Acre (8,21%), Japurá (10,39%), Juruá (11,34%), Eirunepé (11,44%), Maraã (12,24%), Manaquiri (12,79%), Pauini (13,42%) e Maués (16,01%). A capital do estado, Manaus, atingiu cobertura de 50,08%.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Movimentos de Manaus organizam manifestação em favor de Mariana Ferrer

    Motorista perde controle e carreta tomba na avenida Ephigênio Sales em Manaus