Políticas ambientais


Wilson Lima faz balanço positivo da visita de Mourão a Amazônia

O município de São Gabriel da Cachoeira, foi a última parada, da comitiva de ministros e diplomatas que veio ao Amazonas conhecer as políticas ambientais da região

 

A missão foi uma iniciativa do Conselho Nacional da Amazônia Legal, coordenado pelo vice-presidente da República
A missão foi uma iniciativa do Conselho Nacional da Amazônia Legal, coordenado pelo vice-presidente da República | Foto: Divulgação

Manaus - O município de São Gabriel da Cachoeira, no Alto Rio Negro, foi a última parada, da comitiva de ministros e diplomatas que veio ao Amazonas conhecer as políticas ambientais implementadas na região. O grupo retornou a Brasília na última sexta-feira (6). 

A missão foi uma iniciativa do Conselho Nacional da Amazônia Legal, coordenado pelo vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, que esteve acompanhado pelo governador Wilson Lima durante os três dias de agenda, iniciada na última quarta-feira (4), em Manaus.

Em São Gabriel da Cachoeira, que tem a maior população indígena do Brasil, as autoridades visitaram o 5º Pelotão Especial de Fronteira na comunidade de Maturacá, próximo ao Pico da Neblina e da fronteira com a Venezuela. 

As autoridades também visitaram a 2ª Brigada de Infantaria de Selva e da Casa de Apoio à Saúde Indígena (Casai), vinculada ao Ministério da Saúde, ambas na sede do município.

“Hoje, o vice-presidente da República e a sua comitiva de ministros trazem os embaixadores à Amazônia profunda, a uma área de fronteira. Nós tivemos a oportunidade de ir até o Pelotão de Fronteira de Maturacá, onde moram cinco comunidades indígenas da etnia Ianomâmi'', disse o governador. 

''Essa vinda aqui é muito didática para eles, para poderem entender o que a gente passa no nosso dia a dia, o quanto essa região aqui é uma região em que a gente ainda tem muitas dificuldades, mas que tem muito potencial, e o que o povo tem feito por essa região para preservá-la”, completou Lima.

Para o governador, o trabalho do Conselho da Amazônia junto às missões diplomáticas é importante para mostrar à comunidade internacional que os governos estão vigilantes e preocupados com o desenvolvimento sustentável da região.

“Há muito tempo, as pessoas fazem comentários, declarações sobre a Amazônia, baseados apenas em fotos e vídeos, sem nunca terem vindo à Amazônia. Por isso que a gente está trazendo, a vice-presidência está trazendo esses embaixadores, e eu acredito que eles saem daqui com uma visão bem diferente da que tinham anteriormente sobre a Amazônia”, frisou Wilson Lima.

Em discurso durante formatura militar na 2ª Brigada de Infantaria de Selva, o vice-presidente Hamilton Mourão também destacou os objetivos que nortearam a viagem da comitiva ao Amazonas.

“Quisemos mostrar um pouquinho daquilo que o Estado brasileiro faz nessa região tão longínqua da sua área mais central e deixar muito claro para as senhoras e senhores o compromisso do Estado brasileiro”, afirmou o general.

A comitiva internacional liderada pelo Conselho da Amazônia foi formada pelos chefes de missões diplomáticas da África do Sul, Espanha, Peru, Colômbia, Canadá, Suécia, Alemanha, União Europeia, Reino Unido, França, Portugal e da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA).

Também participaram da viagem os ministros do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.

*Com informações da assessoria

Leia mais:

Garantido fará apresentação para Mourão em Manaus nesta quarta (4)

Mourão diz que política ambiental do país segue a legislação

Mourão contraria Bolsonaro e diz que governo comprará vacina chinesa