Ação de saúde


Internos do Compaj recebem vacina contra sarampo e H1N1

A ação tem por objetivo imunizar todos os detentos da unidade para evitar possíveis contaminações por gripes e sarampo

Na manhã de hoje, foram administradas, nos internos, 600 doses das vacinas | Foto: divulgação

Manaus - Detentos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) receberam, na manhã desta terça-feira (10), a continuidade da campanha de vacinação contra a influenza e o sarampo. A ação acontece por meio de parceria entre a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e a empresa cogestora da unidade, Reviver Administração Prisional.  

A ação tem por objetivo imunizar todos os detentos da unidade para evitar possíveis contaminações por gripes e sarampo. Na ocasião, foram imunizados também novos internos que adentraram à unidade depois de abril, mês onde ocorreu a primeira fase de vacinação. 

Na manhã de hoje, foram administradas, nos internos, 600 doses das vacinas, sendo 300 contra a influenza e 300 contra o sarampo. A ação se estenderá até esta quarta (11), com a aplicação de mais 600 doses, totalizando 1200. 

Presente na ação, o diretor do Compaj, Lucas Maceda, ressaltou a importância da imunização dos detentos. “A população carcerária, pelas condições onde elas habitam, acabam se tornando uma população frágil e a imunização age de encontro a isso. Nossa intenção é fortalecer e aumentar a imunidade deles contra os males que assolam a sociedade hoje”, disse. 

A coordenadora de Saúde do Sistema Penitenciário do Amazonas (CSSPAM) da Seap, Alyne Botelho, destacou a importância da parceria com a Semsa, que permitiu a imunização dos internos e também ressaltou a importância da vacinação nas unidades. “A importância da vacinação é evitar possível contaminação por meio das síndromes gripais ou surtos de sarampo. Quero ressaltar a parceria com a Semsa que, por meio do programa nacional de imunização, tem nos dado o apoio e suporte necessários para o sucesso da campanha”, disse.  

Além do Compaj, a campanha de vacinação ainda se estenderá pelas demais unidades do sistema prisional da capital.

*Com informações da assessoria