Fonte: OpenWeather

    Projeto


    Estética Negra e Transição Capilar é tema de live nesta quarta (25)

    A roda de conversa, integra o projeto que visa atender jovens negros das periferias de Manaus, por meio de oficinas e rodas de diálogos

    O projeto conta, ainda, com a parceria da Pedra de Fogo Produções, Encrespa Geral e Grupo Picolé da Massa | Foto: divulgação

    Manaus – A terceira fase do projeto BemDito Sião, com participação da multiartista Kerolayne Kemblim e a comunicadora Jéssica Dandara, que irão dialogar sobre estética negra e transição capilar acontece nesta quarta-feira (25).

    A ideia é dialogar sobre a vivência de pessoas negras no ambiente escolar, onde, geralmente é carregada de comentários pejorativos em relação à estética negra, e, mais ainda, em relação ao cabelo crespo.

    Além da oficina, o cantor Eber Pirangy, deve finalizar a atividades com um show musical, às 20h30.Com isso, foram oferecidas pelo menos cinco oficinas aos estudantes da Escola Municipal Prof. Sônia Maria da Silva Barbosa, localizada no bairro Cidade de Deus, Rua Monte Sião.

    A gestora da unidade escolar, Jeane Maria, conta como a comunidade escolar, recebeu a iniciativa. “Sem dúvida foi um grande momento para os nossos alunos, pois além de gerar capacitação, autoestima e conhecimento, deu à comunidade o acesso ao meio artístico através de intervenções de grafite e proporcionou, ainda, o diálogo sobre questões sociais”, explica.

    Ao todo, aconteceram pelo menos sete atividades, entre elas rodas de diálogo, shows e intervenções artísticas.

    A idealizadora do projeto, Regina de Benguela, afirma que as ações do projeto tem o intuito de trazer uma outra perspectiva aos jovens de periferia. “Através destas oficinas buscamos proporcionar uma maior diálogo com essa juventude, trazendo temas importantes para discuti-los de forma aberta e consciente oferecendo oportunidade para que entendam o contexto de pobreza, violência e exclusão onde estão incluídos, e assim alcancem mudanças”, explica.

    Realizado pelo espaço Cultural BemDito, o projeto BemDito Sião, se dá devido ao apoio do Prêmio Conexões Culturais 2018, promovido pela Prefeitura de Manaus, através da Fundação Municipal de Cultural, Turismo e Eventos - ManausCult.

     *Com informações da assessoria

    Leia Mais:

    Bolsonaro é responsável por 25% dos discursos racistas, segundo Conaq

    Comunidades indígenas do AM recebem apresentações de 'Apoena'

    Protagonizado por indígenas do AM, 'A Febre' é sucesso nos cinemas