Fonte: OpenWeather

    Obras no AM


    Governo entrega 1ª parte de obra na maternidade Balbina Mestrinho

    Wilson Lima aponta que este trabalho dará atenção especial para as mães e os bebês prematuros

    Com a reforma total, o atendimento neonatal será ampliado, passando a ter 165 leitos
    Com a reforma total, o atendimento neonatal será ampliado, passando a ter 165 leitos | Foto: Lucas Silva/Secom

    Manaus – A primeira parte das obras de ampliação de um complexo de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) da Maternidade Balbina Mestrinho foi entregue pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, nesta quinta-feira (26).

    A assessoria informou ao Portal Em Tempo que o investimento de R$ 1.615.868,73 inclui, ainda, a realização de serviços na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIn), que será entregue reestruturada. 

    Com a reforma total, o atendimento neonatal será ampliado, passando a ter 165 leitos, 31 a mais em relação ao quadro atual de capacidade, que é de 134.

    A unidade é referência para gravidez de alto risco da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM). Foram inauguradas a Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal Canguru (Ucinca); e a Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal Convencional (Ucinco), que teve a capacidade de atendimento ampliada de 18 para 24 leitos.

    “Desde o início do governo que nós estamos tendo um carinho com essa maternidade. Nós já entregamos aqui uma sala de parto humanizado, reformamos alguns andares, refizemos a questão da fiação elétrica e estamos entregando mais leitos. Inclusive estamos inaugurando essa nova ala, que é destinada para aqueles bebês prematuros, que precisam de uma atenção especial, de um cuidado diferenciado. Os bebês que estão na outra ala, na ala antiga, já começam a ser transferidos para cá”, ressaltou Wilson Lima.

    As obras estão sendo executadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra), com recursos do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS)
    As obras estão sendo executadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra), com recursos do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) | Foto: Lucas Silva/Secom

    As obras estão sendo executadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra), com recursos do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS).

    O secretário de Saúde, Marcellus Campêlo, destaca que a reestruturação contribui para melhorar os índices do Amazonas relacionados à saúde da mulher.

    “No estado do Amazonas, historicamente, nós temos indicadores na saúde materna ainda com números muito ruins no ranking nacional, tanto na questão do colo de útero quanto na mortalidade materna e neonatal. Então esta obra vai contribuir para dar uma segurança, uma qualidade de atendimento e também contribuir para a diminuição da mortalidade materna e neonatal”, observou Campêlo.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Casos de Covid-19 no Amazonas passam de 175 mil

    Prefeito vistoria fase final do Terminal 6 e instalação de LED