Fonte: OpenWeather

    Luto


    Morre Khaled Hauache, pioneiro da TV no AM, aos 102 anos

    O empresário fundou a TV Manaus, que posteriormente, deu origem à TV Em Tempo, atual TV Norte Amazonas

    Khaled era casado com a ex-deputada federal, empresária e jornalista Sadie Hauache, com quem teve quatro filhos, além de 12 netos e nove bisnetos
    Khaled era casado com a ex-deputada federal, empresária e jornalista Sadie Hauache, com quem teve quatro filhos, além de 12 netos e nove bisnetos | Foto: Divulgação

    Manaus - O empresário Khaled Ahmed Hauache, um dos pioneiros na implementação da televisão no estado do Amazonas, morreu no último sábado (28) em Manaus. 

    Nascido na cidade de Jobar, na Síria, no dia 26 de março de 1918, Khaled chegou aos Amazonas em 1946. Ao se estabelecer na região, atuou como regatão, comerciante e empresário. Nessa ocasião fundou a Tecelagem Matinha, onde chegou a empregar 3 mil funcionários, em uma época em que Manaus contava com 300 mil habitantes.

    Por sugestão da esposa Sadie Hauache, lançou-se no setor de comunicação, quando ajudou a implementar uma das primeiras televisões a cabo do Brasil, a TV Manauara e, logo em seguida, a TV Ajuricaba, no final da década de 1960, primeira emissora a veicular a Rede Globo no Amazonas. Posteriormente, ao lado da família, também fundou a TV Manaus, na década de 1990, que deu origem a Tv Em Tempo, posteriormente transformada em TV Norte.

    Khaled era casado com a ex-deputada federal, empresária e jornalista Sadie Hauache, com quem teve cinco filhos, além de 11 netos e quatro bisnetos. 

    Para o filho do empresário, também de nome Khaled Hauache, o pai deixou um legado de exemplos para a família. "Foi muito dedicado ao trabalho e a família. Era um excelente pai, muito amoroso, sempre viveu para a família e vai nos deixar muitas saudades".

    Políticos lamentam a morte

    O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, lamentou a morte do empresário. “Um empreendedor nato, visionário e de enorme coração. Assim era o senhor Khaled Hauache, que no final dos anos 60 foi o pioneiro no Amazonas a investir no segmento de televisão, além de atuar em outros segmentos, como juta e tecidos. Eu e minha esposa Elisabeth Valeiko Ribeiro recebemos com tristeza a notícia sobre a morte do Khaled. À querida Sadie, aos filhos, netos e bisnetos, o nosso fraterno abraço”, disse o prefeito de Manaus.

    O presidente da Câmara Municipal de Manaus, Joelson Silva (Patriota), em nome de todos os vereadores e servidores da CMM, manifesta profundo pesar pela morte do empresário.

    "Nossos sentimentos à sua família e amigos. Com certeza, o senhor Khaled Hauache, deixa um legado inegável para todas as gerações no Brasil. Impossível falar de televisão e não se reportar a história deste pioneiro que veio de tão longe e contribuiu de forma ímpar ao progresso do Amazonas e da comunicação", reconheceu Joelson Silva.

    Em nome da Rede EM TEMPO de Comunicação, o presidente da empresa, Otávio Raman Neves Júnior, enviou nota de pesar à família. "A Rede Em Tempo lamenta a perda de Khaled Hauache e envia condolências à família. Khaled muito contribuiu não só para a comunicação, como também para a economia do Amazonas, com empreendimentos que geraram milhares de empregos. Deixa um legado de trabalho e amor ao Amazonas", disse. 

    Leia Mais

    Conheça o trabalho de quem faz a TV EM TEMPO no Amazonas