Fonte: OpenWeather

    Prevenção


    Centro de Convivência conta com palestra sobre IST/Aids e teste rápido

    Após a palestra foram realizados testes rápidos para detecção de hepatite B e C, Sífilis e HIV

    Diante das dificuldades impostas pela pandemia do coronavírus, as ações aconteceram de forma restrita, seguindo os protocolos sanitários
    Diante das dificuldades impostas pela pandemia do coronavírus, as ações aconteceram de forma restrita, seguindo os protocolos sanitários | Foto: Divulgação/ Kerolyn Leigue/Seas

    Manaus – Na semana de “Dezembro Vermelho”, palestra sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis/Aids abriu programação para sensibilização da população. O evento ocorreu no Centro Estadual de Convivência da Família (CECF) 31 de Março, localizado no bairro do Japiim, Zona Sul de Manaus, na manhã desta quinta-feira (3).

    As ações do CECF, administrado pela Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), visam sensibilizar a população quanto à importância do acesso à informação adequada sobre HIV, evolução dos métodos de prevenção e de tratamento. A programação foi realizada por meio de uma parceria do Centro com as Unidades de Saúde da Família (USF) e o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam). 

    Diante das dificuldades impostas pela pandemia do coronavírus, as ações aconteceram de forma restrita, seguindo os protocolos sanitários estabelecidos pela Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM). Participaram da palestra e em seguida dos testes rápido os frequentadores do Centro, entre os quais alunos dos cursos do Cetam e participantes do curso de enfeites natalinos e de pilates. 

    Apesar das restrições decorrentes da Covid-19, a psicóloga do CECF 31 de Março, Suelem Anjos, disse que o Centro tem procurado cumprir toda a programação ofertada pela rede de assistência. “Dezembro é um mês de mobilização e alerta, não somente da AIDS, mas da sífilis, hepatite e outras doenças sexualmente transmissíveis”, disse, ressaltando que todos os anos o Centro faz essa programação, procurando chamar a atenção da população quanto à prevenção. 

    A gestora da USF Japiim, Ieda Muniz, ressaltou a importância de priorizar informações com relação às doenças sexualmente transmissíveis, como Aids, sífilis, hepatite, e com a testagem rápida é possível detectar uma dessas doenças e tomar as medidas cabíveis. 

    A estudante Geovana Macedo, 20 anos, que atualmente está participando do curso de recepcionista pelo Cetam no CECF do Japiim, assistiu a palestra e fez o teste rápido. “É muito produtivo participar das atividades do Centro no dia a dia, inclusive de campanhas como esta que nos ajudam a cuidar da saúde”, frisou.  

    Saúde física e mental 

    A diretora do Centro Mirleide Freitas disse que o local atende a família como um todo, procurando trabalhar a saúde física dos usuários da unidade, sem esquecer a saúde mental, visando propiciar a socialização, inclusive aos idosos. “Atualmente, a população idosa, por conta das restrições impostas de combate à pandemia, tem ficando em casa, sendo realizada uma programação específica para esse público com visitas, ligações telefônicas, e conversas pelo Whatsapp”, mencionou. 

    Cursos - Paralelamente, o centro está realizando atividades como cursos de enfeites natalinos, como guirlanda e caixas de panetone.  A professora do Cetam, Irisdalva Valente, disse que a ideia é trabalhar a sustentabilidade e a geração de renda, procurando utilizar o papelão como matéria-prima. São sete mulheres da própria comunidade que estão empenhadas na fabricação desses produtos e no final do curso vão fazer uma exposição com expectativa de vendas.

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais:

    Vivendo com HIV: da vergonha ao protagonismo na internet

    Prefeitura inicia programação do Dezembro Vermelho para combate ao HIV

    Amazonas registra redução no diagnóstico de HIV em 2020, aponta MS