Fonte: OpenWeather

    Combate à Covid-19


    Eventos clandestinos tentam burlar fiscalização em Manaus

    Eventos clandestinos realizados por jovens tentam burlar as fiscalizações no combate a Covid-19 em Manaus. De acordo com o coronel Hermes, a região do Tarumã, na zona oeste de Manaus, tem sido preferencial para a realização desses eventos.

    Há duas semanas, um evento clandestino reuniu cerca de 2 mil pessoas em plena avenida Nathan Xavier, no bairro Novo Aleixo, zona norte de Manaus
    Há duas semanas, um evento clandestino reuniu cerca de 2 mil pessoas em plena avenida Nathan Xavier, no bairro Novo Aleixo, zona norte de Manaus | Foto: Divulgação/Secom

    Manaus - Eventos clandestinos realizados por jovens tentam burlar as fiscalizações no combate a Covid-19 em Manaus. De acordo com o coronel Hermes, a região do Tarumã, na zona oeste de Manaus, tem sido preferencial para a realização desses eventos. “São locais como chácaras, em áreas com estradas não asfaltadas, para dificultar o acesso, e galpões ou casas fechadas para parecer festa particular”, explicou. 

    Evento no Novo Aleixo

    Há duas semanas, um evento clandestino reuniu cerca de 2 mil pessoas em plena avenida Nathan Xavier, no bairro Novo Aleixo, zona norte de Manaus. Paredões de veículos parados no local atraíram a multidão, que tomou a rua, fechou o trânsito e subiu em ônibus do transporte coletivo.

    De acordo com a assessoria da SSP, houve necessidade de montar uma operação policial emergencial, com presença das tropas especiais da Polícia Militar. Assim que as equipes chegaram, a multidão de crianças e adolescentes correu pelas ruas do bairro. 

    “Muitos falam que é aniversário de alguém, porém um aniversário com bar e venda de bebida não existe. São muitas as desculpas que temos que apurar, para cumprir os decretos de forma correta”, enfatiza Coronel Hermes.

    Leia também: Fiscalização realiza mais de mil vistorias em combate a Covid-19 no AM

    Central Integrada de Fiscalização

    A Central Integrada de Fiscalização é coordenada pela SSP e envolve órgãos do Governo do Estado e da Prefeitura de Manaus. Participam Polícia Militar, Polícia Civil, Defesa Civil estadual, Corpo de Bombeiros Militar, Ouvidoria Geral do Estado, Departamento Estadual de Trânsito e Fundação de Vigilância em Saúde, além da Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus), Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (Immu) e Casa Militar da Prefeitura. 

    Leia mais:

    Decretos em prevenção a Covid-19 seguem até 31 de dezembro em Manaus