Fonte: OpenWeather

    São Gabriel da Cachoeira


    Cinco pessoas desaparecem após naufrágio no Amazonas

    As causas do naufrágio ainda são desconhecidas e serão investigadas pela Marinha do Brasil

    Equipes de busca já atuam na localidade
    Equipes de busca já atuam na localidade | Foto: Fabrício Corsi Arias

    Cinco pessoas estão desaparecidas desde este domingo (20) após um naufrágio nas proximidades da comunidade São Luiz, no município de São Gabriel da Cachoeira, interior do Amazonas. A Marinha do Brasil foi acionada pelo Comando do 9° Distrito Naval (Com9°DN) e iniciou as buscas nesta segunda-feira (21). Até às 18h, ninguém havia sido localizado.

    Uma equipe de Busca e Salvamento de Inspeção Naval de São Gabriel da Cachoeira, subordinada à Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental, deu início ao procedimento de resgate nas primeiras horas do dia.

    De acordo com informações da página local 'Diário de São Gabriel da Cachoeira", os desaparecidos seriam da mesma família. 

    "Forças aos familiares e que o Senhor proteja os que estão desaparecidos. Que Deus console o coração da família.", comentou um morador da região do incidente na publicação feita pela página.

    O Comando do 9º Distrito Naval da Marinha do Brasil não informou quais as identidades e nem confirmou se de, fato, elas fazem parte de uma mesma família. 

    Confira nota oficial: 

    "Um Inquérito Administrativo será instaurado, para apurar as causas, circunstâncias e possíveis responsáveis. Assim que concluído e cumpridas as formalidades legais, o inquérito será encaminhado ao Tribunal Marítimo, que fará a devida distribuição e autuação, dando vista à Procuradoria Especial da Marinha, para que adote as medidas previstas no Art. 42 da Lei nº2.180/54", comunicou a Assessoria de Comunicação Social do Com9º DN 

    Leia mais: 

    Lancha com comitiva de candidato a prefeito afunda no Rio Amazonas  

    Lancha naufraga no Rio Solimões, próximo à comunidade de Santa Rita  

    Embarcação afunda e adolescente de 12 anos desaparece no Rio Solimões