Fonte: OpenWeather

    Aglomeração


    Companhia aérea é autuada pelo Procon após denúncias de aglomeração

    No local, os fiscais do órgão constataram que a empresa operava com apenas dois guichês de atendimento

     

    Foi emitido um auto de constatação e, após a notificação, a empresa terá até dez dias para apresentar resposta junto ao Procon-AM
    Foi emitido um auto de constatação e, após a notificação, a empresa terá até dez dias para apresentar resposta junto ao Procon-AM | Foto: João Pedro Sales/Procon-AM

    Manaus - Uma companhia aérea foi autuada na manhã desta segunda-feira (4), pelo Instituto Estadual de Defesa do Consumidor (Procon-AM) após denúncias de aglomeração no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, localizado na zona Oeste de Manaus. 

    Segundo informações da assessoria ao Portal Em Tempo, no local, os fiscais do órgão constataram que a empresa operava com apenas dois guichês de atendimento, o que causou aglomeração e relatos de mais de duas horas de espera na fila.

    Foi emitido um auto de constatação e, após a notificação, a empresa terá até dez dias para apresentar resposta junto ao Procon-AM. 

    “O papel do Procon é justamente buscar essa harmonia nas relações de consumo. Com isso, estamos fiscalizando as companhias aéreas e orientando para que atendam os consumidores. Não podemos permitir que elas vendam passagens, cancelem os voos e não prestem qualquer assistência e atendimento. Além disso, temos atenção especial às aglomerações, neste momento em que a grande concentração de pessoas pode resultar em risco de contágio da Covid-19”, afirmou o diretor-presidente do órgão, Jalil Fraxe.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Ministério da Saúde visita Manaus e alinha estratégias contra a pandemia

    Jornalista Aguinaldo Oliveira morre vítima de Covid-19 no Amazonas