Fonte: OpenWeather

    Perda


    Amazonense morre no RJ e família pede ajuda para translado de corpo

    Abalada com a perda e buscando ter uma despedida digna, a família do jovem luta para tentar fazer o translado do corpo para ser sepultado em Manaus

     

    Thiago estava sofrendo com problemas de saúde, segundo a família
    Thiago estava sofrendo com problemas de saúde, segundo a família | Foto: Reprodução Instagram

    Manaus - O amazonense Thiago da Costa Silva, de 27 anos, foi achado morto, nesta sexta-feira (8), dentro do apartamento onde morava no Rio de Janeiro. Abalada com a perda e buscando ter uma despedida digna, a família do jovem fez um apelo nas redes sociais para arrecadar dinheiro e custear o translado do corpo para ser sepultado em Manaus. 

    De acordo com a família, Thiago era vídeo designer e há dois anos morava sozinho na capital carioca. O corpo dele está no Instituto Médico Legal (IML) do Rio de Janeiro e a suspeita é de que ele tenha sofrido um infarto.

    A família ainda informou ao Portal EM TEMPO, que, ultimamente, Thiago estava sofrendo com problemas de saúde. "O translado está avaliado em R$ 10 mil. Estamos sem condições financeiras no momento. Thiago morava sozinho naquele estado", explicou a irmã.

     

    Veja abaixo como ajudar a família
    Veja abaixo como ajudar a família | Foto: Reprodução Instagram

    Apelo 

    Nas redes sociais, a mãe suplicou ajuda e lamentou a perda repentina do filho. "Quem é mãe sabe a dor de perder seu filho. Não tenho condições de ir até o local e muito menos de trazer o corpo para a terra Natal dele. Peço de coração, se alguém puder ajudar com quantia, que me ajude a me despedir do meu filho", escreveu. 

    Saiba como ajudar 

    Quem deseja ajudar a família, pode depositar qualquer quantia em dinheiro por meio da Conta Poupança Caixa, de agência 1548, conta 00046850-3, em nome da titular Gabriele da Costa Barros. 

    A ajuda também pode ser mandada por meio do sistema Pix:

    Gabriele da Costa Barros 

    Pix: 013.490.372-22 

    Paloma da Costa Silva

    Pix: PicPay - 021.795.142-20

    Leia mais 

    Haitiano pede doações para trazer ao Brasil família vítima de tortura