Fonte: OpenWeather

    Pandemia


    Covid: com superlotação, Hospital Militar do AM instala UTI em tendas

    Serão instalados mais leitos em tendas para aumentar a capacidade de atendimento no local

     

    Serão instalados mais leitos em tendas para aumentar a capacidade de atendimento aos militares
    Serão instalados mais leitos em tendas para aumentar a capacidade de atendimento aos militares | Foto: Divulgação

    Manaus - O Hospitar Militar de Área de Manaus (HMAM), anunciou neste sábado (9), que está com 100% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) lotados. Serão instalados mais leitos em tendas para aumentar a capacidade de atendimento no local. 

    A instalação será composta por barracas e contêineres, além de um núcleo de apoio de saúde com quatro leitos de UTI.

    O Núcleo de Apoio ao HMAM é destinado ao público interno, composto por militares da ativa, inativos, dependentes e servidores civis vinculados. 

     

    O Núcleo de Apoio ao HMAM é destinado ao público interno
    O Núcleo de Apoio ao HMAM é destinado ao público interno | Foto: Divulgação

    Rede pública 

    O governador do Amazonas Wilson Lima, por meio de um pronunciamento nas redes sociais na noite de sexta-feira (08), anunciou a reabertura do Hospital de Campanha nas dependências do Hospital Nilton Lins.

    O objetivo é ampliar a capacidade de atendimento de pacientes com Covid-19 na rede estadual de saúde, já que o Sistema de Saúde do Estado, segundo Lima, está próximo da capacidade total. 

    Nos últimos dois meses a capacidade foi aumentada em 134%, de 457 leitos para 1.164.

    Leia mais 

    Governo do AM vai abrir 103 leitos para Covid no Hospital Nilton Lins

    No AM, destaque à ciência amplia busca por cursos de Saúde na pandemia

    Profissionais de saúde contratados começam a se apresentar no AM