Fonte: OpenWeather

    Atenção Social


    Governo do Amazonas reforça equipe de atendimento aos artistas

    Entre os serviços oferecidos, estão encaminhamentos para profissionais como assistentes sociais e psicólogos

     

    O canal de atendimento funciona todos os dias, das 8h às 17h, e os artistas podem entrar em contato por meio de telefone, e-mail, WhatsApp e redes sociais
    O canal de atendimento funciona todos os dias, das 8h às 17h, e os artistas podem entrar em contato por meio de telefone, e-mail, WhatsApp e redes sociais | Foto: Michael Dantas

    Manaus - A equipe do canal de atendimento para apoio a artistas locais foi reforçada neste mês. De acordo com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa, os serviços incluídos no atendimento são encaminhamentos para profissionais como assistentes sociais, psicólogos e programas sociais oferecidos pelo Estado, além de orientações sobre as medidas de prevenção e combate ao novo coronavírus.

    Segundo o secretário Marcos Apolo Muniz, os serviços de escuta, orientação e assistência psicossocial e atendimento psicológico são importantes no momento em que a população adota novamente o isolamento social por conta da pandemia. Ele explica que o canal de atendimento funciona todos os dias, das 8h às 17h, e os artistas podem entrar em contato por meio de telefone, e-mail, WhatsApp e redes sociais da pasta.

    “Contamos com psicólogos, assistentes sociais e uma equipe de atendimento treinada para oferecer suporte a artistas, produtores culturais e profissionais que compõem a cadeia produtiva do segmento no estado e amenizar os impactos causados pelo isolamento social. Disponibilizamos os serviços desde abril e intensificamos a atividade psicossocial ainda mais agora, neste momento delicado, para amparar quem está precisando de ajuda”, afirma Marcos Apolo.

    Em números

    Segundo a psicóloga Jaqueline Souza, que compõe o time de profissionais, foram realizados 26 atendimentos referentes a escuta, orientação e assistência psicossocial e psicológica.

    “São nove meses de atividades, na média são mais de dois atendimentos por mês, com acompanhamento direto dos profissionais”, comenta a psicóloga.

    Também foram registrados mais de 600 chamados para esclarecimentos e orientações sobre os programas e editais abertos para cadastro de auxílio financeiro e alimentício oferecido pelo Estado.  

    A cartela de serviços contou ainda com demandas sobre a operacionalização dos editais da Lei Aldir Blanc e do edital “Fica na Rede, Maninho”, lançado em março do ano passado pelo Governo do Amazonas.  

    A linha direta com a pasta funciona diariamente, por meio dos telefones (92) 3232-5555 e 99177-6442 (WhatsApp), do e-mail [email protected] e pelas redes sociais da secretaria (@culturadoam).

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais:

    Hospital Nilton Lins deve funcionar em 72 horas, afirma Wilson Lima

    Mais de 1,8 mil casos de Covid são registrados no AM neste sábado (9)

    Governo faz chamamento público para contratar serviços no Nilton Lins