Fonte: OpenWeather

    Covid-19


    Amazonas deve realizar estudo genético sobre mutação do coronavírus

    As mutações achadas no vírus, até então inéditas, criaram o que será uma provável nova linhagem brasileira. 200 amostras passarão por um estudo genético

     

    Pesquisas estão em andamento na Fundação Oswaldo Cruz Amazônia
    Pesquisas estão em andamento na Fundação Oswaldo Cruz Amazônia | Foto: Divulgação

    Manaus - A Secretaria da Saúde do Amazonas informou que 200 amostras de pacientes com Covid-19 passarão por um estudo genético para determinar se há uma variante do novo coronavírus circulando pelo estado. Segundo reportagem do Uol, pesquisas em andamento na Fundação Oswaldo Cruz Amazônia apontaram que a nova variante do novo coronavírus encontrada em pacientes japoneses tem origem no estado do Amazonas. As mutações achadas no vírus, até então inéditas, criaram o que será uma provável nova linhagem brasileira.

    O Japão informou que detectou a contaminação pela nova variante do coronavírus em quatro pessoas que saíram do Amazonas.

    Manaus vive uma nova calamidade por uma segunda onda de casos e hospitalizações, com números maiores e crescimento mais acelerado que na primeira fase. O prefeito David Almeida (Avante) anunciou que o sistema público está novamente em colapso. 

    A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas informou ontem o diagnóstico de 2.151 novos casos de Covid-19, totalizando 216.112 casos da doença no estado.

    De acordo com o boletim, foram confirmados 55 óbitos por Covid-19, sendo 34 ocorridos no domingo (10.jan) e 21 encerrados por critérios clínicos, de imagem, clínico-epidemiológico ou laboratorial, elevando para 5.756 o total de mortes.

    Na capital, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus, no domingo, foram registrados 62 sepultamentos por Covid-19. O boletim acrescenta ainda que 27.075 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas pelas secretarias municipais de Saúde, o que corresponde a 12,53% dos casos confirmados ativos.

    O governador Wilson Lima (PSC) afirmou que há carência de oxigênio para pacientes internados. "O que nós estamos enfrentando é algo inimaginável para qualquer cidadão, é por isso que a gente precisa da ajuda de todos, é preciso que tenhamos esse andamento que estamos tendo com o Governo Federal e com a Prefeitura de Manaus", afirmou o governador

    Diante do cenário, ontem, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, visitou Manaus e prometeu ajuda ao estado para suprir a carência da rede. Ele também anunciou que a vacinação chegará aos estados até quatro dias após aprovação da Anvisa. 

    *Com informações do site SBT News

    Leia mais 

    Viajantes do Amazonas apresentam nova variante do coronavírus no Japão

    Nova variante: governo vai analisar amostras de pacientes com Covid-19

    Japão proíbe entrada de estrangeiros no país até 31 de janeiro