Fonte: OpenWeather

    Perda


    Reitor do IFAM, Antônio Venâncio, morre por complicações da Covid-19

    Engenheiro civil de formação, Venâncio Castelo Branco era servidor público há 24 anos

     

    O professor teve como marco na trajetória a interiorização da educação profissional no Estado Amazonas
    O professor teve como marco na trajetória a interiorização da educação profissional no Estado Amazonas | Foto: Divulgação

    Manaus - O reitor do Instituto Federal do Amazonas (IFAM) e professor Antônio Venâncio Castelo Branco morreu na noite desta segunda-feira (11), por complicações da Covid-19. A informação foi confirmada em nota de pesar do instituto.

    Engenheiro civil de formação, Venâncio Castelo Branco era servidor público há 24 anos. Ele atuou na Escola Técnica Federal do Amazonas, no Centro Federal de Educação Tecnológica do Amazonas (CEFET-AM) e no Instituto Federal do Amazonas.

    Venâncio  também ocupou funções como a de Gerente Educacional na Escola Técnica Federal do Amazonas (Etfam), Diretor de ensino, Vice-Diretor Geral do CEFET-AM. Na alta gestão, exerceu o posto de Pró-Reitor de Ensino e de Desenvolvimento Institucional, tendo sido eleito Reitor do IFAM em 2015 e reeleito em 2018.

    O professor teve como marco na trajetória a interiorização da educação profissional no Estado Amazonas. Durante a gestão dele no IFAM, a instituição atingiu a marca de 20 mil estudantes e mais de 2.500 servidores, em três campi em Manaus e 14 no interior do Estado.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Zezinho Correa é internado em Manaus após testar positivo para Covid

    Covid-19: antes de morrer, cantora do Garantido deu à luz ao 1º filho

    Empresário Walid Aziz, irmão do senador Omar Aziz, morre de Covid-19