Fonte: OpenWeather

    PERDA


    Morre Geraldo Antonio Miotto, Ex-Comandante Militar da Amazônia

    General comandou o CMA de 2016 a 2018 e faleceu nesta quarta (20), em decorrência da Covid-19.

    General Miotto é natural do Rio Grande do Sul | Foto: Divulgação/Exército

    Manaus - Faleceu nesta quarta-feira (20) o Ex-Comandante Militar da Amazônia, Geraldo Antonio Miotto. Após contrair a Covid-19 em estado grave, o general foi internado no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HPCA), no Rio Grande do Sul. Todavia, não resistiu à doença.

    Miotto acumula passagens pelo Comando Militar da Amazônia (2016 a 2018) e Comando Militar do Sul, até abril de 2020. No evento em que entregou o cargo deste último CM, o general contou ainda com a presença do presidente Jair Bolsonaro na cerimônia.

    Após deixar o CMS,  no ano passado, o militar passou a integrar a reserva do Exército. Os atos fúnebres serão realizados no município de São Marcos (RS), cidade em que nasceu Miotto.

    Lamentos

    O Governo do Amazonas lamentou a morte  do militar em nota enviada à imprensa nesta noite de quarta. 

    "O governador do Amazonas, Wilson Lima, lamenta o falecimento, nesta quarta-feira (20), do general do Exército, Antonio Miotto, ex-chefe do Comando Militar da Amazônia (CMA), vítima da Covid-19. Ao prestar condolências pela perda, o governador destaca a dedicação e o trabalho prestado pelo general ao País, em especial à Amazônia, quando, à frente do CMA, comandou ações militares e de cooperação para ampliar serviços prestados à população da região, principalmente na área da saúde", diz parte do texto.

    Se manifestou também o Sistema Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam, Sesi, Senai e Iel), em nota publicada nas redes sociais.

    "[...] O General Miotto foi Comandante Militar da Amazônia, de 2016 a 2018, período de dedicação firme no reforço da presença militar nas fronteiras da região, lembrando sempre seu posicionamento estratégico dos pelotões, com atuação do Exército em duas frentes: 'Braço Forte', com presença, dissuasão e prontidão militar; e 'Mão Amiga', com ações voltadas aos cuidados da vida, saúde e educação", diz um trecho do texto assinado por Antonio Silva, presidente da Fieam. 

    Leia a nota do Comando Militar do Sul, última sigla liderada por Miotto:

    O Comando Militar do Sul (CMS) informa, com pesar e muita tristeza, o falecimento do General de Exército Geraldo Antonio MIOTTO, antigo Comandante Militar do Sul, que se encontrava na reserva. General MIOTTO, internado desde o dia 1° de dezembro de 2020, devido à COVID-19, faleceu hoje, dia 20 de janeiro de 2020, na Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital de Clínicas, na cidade do Porto Alegre/RS.

    Como membro do Alto Comando do Exército, o General MIOTTO ocupou os cargos de Comandante Militar da Amazônia (2016 – 2018) e Comandante Militar do Sul (2018 – 2020).

    Nascido em 20 de março de 1955, em São Marcos/RS, o General MIOTTO ingressou no Exército Brasileiro em 28 de fevereiro de 1972, na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em Campinas/SP. Em 1975, seguiu para a Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) onde, em 14 de dezembro de 1978, foi declarado Aspirante-a-Oficial da Arma de Cavalaria, sendo o primeiro colocado de sua turma e recebendo a Medalha Marechal Hermes de bronze.

    Nesse momento de dor, o Comando Militar do Sul se solidariza com familiares e amigos, e expressa as mais sinceras condolências pela perda, como também, agradece a dedicação do trabalho prestado ao Exército Brasileiro e ao Brasil.

    Leia mais:

    Amazonas registra mais de 5 mil casos de Covid-19 nesta quarta (20)

    Brasil pede à Índia garantia e previsão de entrega de vacinas