Fonte: OpenWeather

    Medidas


    Governador do Amazonas vai proibir circulação de pessoas 24h por dia

    O novo decreto começa a valer a partir da próxima segunda-feira (25) e seguirá por 10 dias

     

    Além disso, o novo decreto também prevê o horário de funcionamento de serviços essenciais como: supermercado (6h às 19h)
    Além disso, o novo decreto também prevê o horário de funcionamento de serviços essenciais como: supermercado (6h às 19h) | Foto: Divulgação

    Manaus – Devido ao colapso de pandemia na capital do Amazonas, o governo do Estado anunciou restrição de pessoas durante 24h. Os amazonenses só poderão sair de casa mediante justificativa. O anúncio foi feito pelo Governador Wilson Lima (PSC),  em live na tarde deste sábado (23), para conter o avanço da pandemia na cidade.  

    "Nesse decreto, há restrição de circulação de pessoas para 24 horas. O cidadão pode sim sair da sua casa, mas ele só pode sair se houver extrema necessidade. Só pode sair, por exemplo, para ir a um supermercado, e uma pessoa por família. Essa é uma medida para que a gente possa, diminuir consequentemente quebrar essa cadeia de novas infecções”, diz o governador.

    Governador do Amazonas ressaltou também, durante a live deste sábado (23), que 'não há lockdown no Estado do Amazonas', 

    O novo decreto também prevê o horário de funcionamento de serviços essenciais como: supermercado (6h às 19h); farmácias abertas durante 24h;  restaurantes e padarias (6h às 22h) - por delivery; serviços de saúde ( 24h). O governador afirmou que o decreto será publicado até o final da tarde de amanhã (24).

    O AM passa a ter as seguintes restrições a partir da segunda-feira (25):

    -Supermercados ficam abertos de 6h às 19h, limitado a produtos de alimentação, bebidas, limpeza e higiene pessoal - uma pessoa por família.

    -Farmácias estão abertas durante 24h.

    -Serviços de saúde, clínicas de urgência e emergência, atendimento a domicílio e e saúde mental.

    -Clínicas veterinárias.

    -Feiras, de 4h às 8h

    -Restaurantes, padarias e bares (com cnae de restaurante) podem funcionar apenas em sistema delivery, de 6h às 22h.

    -Obras e serviços de engenharia na área de saúde

    -Produção e transporte de cargas de produtos essenciais à vida, como alimentos, medicamentos e insumos

    -Transporte de trabalhadores nas atividades permitidas

    -Indústria funcionará em turnos de 12 horas, com exceção das empresas que atendem o setor de alimentação, de farmácias e de itens para hospitais.

    Recomendação

    Na última sexta (22) o gabinete integrado do Ministério Público Federal que acompanha a pandemia de Covid-19 (Giac) e procuradores da República atuantes no Amazonas enviaram ofício ao governador do Estado, Wilson Lima (PSC), recomendando endurecer as medidas de isolamento sanitário “mais severamente”.

    Boletim FVS

    De acordo com o Boletim da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), nas últimas 24 horas o Amazonas registrou 3.975 novos casos de Covid-19, totalizando 245.157 casos da doença no Estado.

    Segundo o boletim, foram confirmados 132 óbitos por Covid-19, sendo 83 ocorridos no dia, 21, 49 óbitos foram encerrados por critérios clínicos, de imagem, clinico epidemiológico ou laboratorial, elevando para 6.889 o total de mortes.

     Leia Mais:

    Manaus registra lotação em supermercados após recomendação de Lockdown

    Colapso gera comoção mundial, mas AM tem apoio apenas de Venezuela

    Vacinas contra a Covid-19 começam a ser distribuídas; veja vídeo