Fonte: OpenWeather

    Saúde Mental


    Está mal? Há escuta e acolhimento on-line durante a pandemia no AM

    Serviços disponibilizam de forma gratuita atendimento psicológico para evitar que sentimentos ruins se transformem em crises de ansiedade e depressão

    Serviços são realizados pela internet | Foto: Reprodução

    Manaus (AM) - O impacto psicológico provocado pela pandemia do novo coronavírus chegou como uma avalanche para muitos amazonenses. Seja pela dor de perder um ente querido ou pelas dificuldades de convívio encontradas durante o isolamento. E para amenizar os problemas psíquicos das pessoas que estão sofrendo com esses e outros problemas, durante o período de isolamento social, equipes de psicólogos de Manaus têm fornecido atendimento gratuito aos necessitados.

    Rede Positiva

    Uma iniciativa do Centro de Desenvolvimento PERMAH em parceria com o Instituto Cearense de Psicologia Positiva (ICPP) e a ABRH Seccional Amazonas oferece atendimento psicológico gratuito e on-line em Manaus. O projeto conta 30 profissionais de Psicologia  com voluntários de vários estados do Brasil: Rio Grande do Sul, Fortaleza, Natal, São Paulo e Manaus e atende profissionais da Saúde, da área de Recursos Humanos e pessoas que tiveram perdas devido a Covid-19.

    O projeto teve início no dia 15 de Janeiro e contou na primeira semana, com a capacitação dos profissionais para padronização do processo e entendimento de acolhimento no cenário de Urgência e Emergência.

    A via de cadastro para o agendamento é por meio do link (encurtador.com.br/ilLT7). Ao entrar no grupo, um psicólogo entra em contato para o agendamento do processo. 

    Suporte a familiares

     

    Cuidar da saúde mental é importante neste período
    Cuidar da saúde mental é importante neste período | Foto: Divulgação

    Um grupo de 20 psicólogos egressos do Centro Universitário Fametro irá atuar como voluntário, dando suporte a familiares de pacientes com Covid-19 internados nas unidades de saúde de Manaus. A ação está sendo realizada em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES).

    Os profissionais fazem parte da última turma formada pela instituição. O coordenador do curso de Psicologia da Fametro, Diego Rafael Cunha, explica que, devido à situação de pandemia, as visitas a pacientes nas unidades de saúde estão suspensas. Os profissionais darão suporte aos psicólogos dos hospitais, passando informações sobre os pacientes internados para os seus familiares. Todo o trabalho será executado de forma remota, evitando com isso qualquer tipo de aglomeração.

    O coordenador ressalta que essa é uma forma de diminuir a distância entre o paciente e seus familiares. “Ter um familiar internado é muito difícil e o fato de não poder estar junto, acompanhando, aumenta muito a angústia das pessoas”, frisou.

    'Universidade do Bem'

    Outra universidade de Manaus também oferece atendimento psicológico gratuito on-line dentro do projeto 'Universidade do Bem', de ações emergenciais para Manaus na crise de Covid-19. O serviço é destinado principalmente para os profissionais de saúde que estão trabalhando na pandemia e pessoas que perderam os entes queridos para o coronavírus. O interessado deve preencher o formulário on-line http://bit.ly/AtendimentoPsiUNN e indicar o período em que deseja ser atendido. O acolhimento é feito por psicólogos voluntários e da UniNorte. Mais informações podem ser encontradas no endereço universidadedobem.uninorte.com.br. 

    Prefeitura de Manaus

    A Prefeitura de Manaus retomou o projeto “Ambulatório Especializado em Saúde Mental e Covid-19”. O atendimento psicológico é feito com sete profissionais na modalidade virtual e quatro no formato presencial. Inicialmente, o serviço, coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), deve se estender por todo o mês de fevereiro, podendo ser prorrogado.

    “O que a gente mais escuta falar hoje é que aumentou o número de pessoas com os sintomas, além dos usuários que já faziam acompanhamento e que com o cenário atual tiveram seus sintomas intensificados”, explicou Efthimia Haidos, gerente da Rede de Atenção Psicossocial da Semsa.

    Desde o dia 21 de janeiro, atendimento psicológico voltou a ser ofertado para pessoas com sofrimento agudo causado pelo novo coronavírus. Realizado para maiores de 18 anos, a recomendação é que o primeiro contato seja por meio virtual, como forma de prevenção e baixa exposição à Covid-19. Após isso, havendo necessidade, é iniciado o atendimento presencial com indicação do psicólogo. O serviço pode ser acessado pelo link http://apps.semsa.manaus.am.gov.br/psi/

    Leia Mais

    Atendimento psicológico gratuito é ofertado pela prefeitura

    Suicídio: ansiedade pela perda de entes queridos leva ao desespero