Fonte: OpenWeather

    Pandemia


    Governos Estadual e Federal unem forças para ajudar o interior do AM

    A parceria vai viabilizar oferta de teste RT-PCR para a testagem dos pacientes sintomáticos

    Na nova reformulação da rede, haverá mudança no fluxo de atendimento | Foto: Divulgação

    O modelo de atuação conjunta tripartite, quem vem sendo adotado pelos três níveis de governo, para ajudar Manaus no enfrentamento à pandemia de Covid-19, também está sendo adotado no interior do Amazonas. Nesta quarta-feira (03), uma comitiva formada por integrantes do Governo Estadual e Federal esteve em Itacoatiara, distante 270 quilômetros de Manaus, para discutir um plano de ação de suporte ao município, o qual deverá se estender para outros municípios que enfrentam dificuldades na rede hospitalar.

    Aporte financeiro federal – de R$ 507 mil fundo a fundo – e também do Estado, com a liberação da primeira parcela do FTI a definir valor; apoio técnico para ampliação da rede de assistência; mais equipamentos, como respiradores e monitores; uma usina de 20 metros cúbicos/hora; medicamentos; e testagem em massa; foram algumas das medidas anunciadas pelo secretário de Estado de Saúde, Marcellus Campêlo, e pelo assessor especial do Ministério da Saúde, Airton Cascavel.

    Eles se reuniram com o prefeito Mário Abrahim, vereadores e com os gestores de saúde do município e visitaram o hospital José Mendes, onde será montada uma tenda de triagem para atendimento e testagem de pacientes. A parceria vai viabilizar oferta de teste RT-PCR para a testagem dos pacientes sintomáticos, com o objetivo de fazer o tratamento precoce e quebrar da cadeia de transmissão do vírus.

    Marcellus Campêlo, que estava acompanhado do secretário de Saúde do interior, Cassio Roberto do Espírito Santo, explicou que as ações já vinham sendo articuladas pela equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), que esteve, recentemente, por duas vezes, em Itacoatiara para ajudar o município a reestruturar a sua rede de saúde.

     

     Hospital José Mendes será exclusivo para Covid-19
    Hospital José Mendes será exclusivo para Covid-19 | Foto: Divulgação


    Na nova reformulação da rede, haverá mudança no fluxo de atendimento. O Hospital José Mendes será exclusivo para Covid-19 e a UPA 24 Horas Enfermeira Rachel Fonseca ficará com as outras demandas de atendimento.

    O assessor do MS, Airton Cascavel, ressaltou a soma de esforços para ajudar o interior; e disse que a missão é de apoio e suporte às ações do município, que tem autonomia de gestão para organizar seu sistema de saúde.

    “Vamos tratar aqui, o Ministério da Saúde, a Secretaria Estadual com a Prefeitura, de juntarmos as forças e, juntos, melhoramos o atendimento. Precisamos melhorar a gestão. Nós vamos trazer pessoas, o Ministério (da Saúde) para ajudar a Prefeitura, e a secretaria estadual vai ajudar na administração do hospital, vamos fazer com que tenha suporte ventilatório para as pessoas. O intuito é de ajudar e trazer experiências, ajudar o município na gestão”, disse.

    Par ele, a solução começa no atendimento básico e nas medidas de proteção individual. “Se nós não tratarmos os primeiros sintomas, 50% das pessoas que chegam em UTI vão a óbito”.

    *Com informações da assessoria