Fonte: OpenWeather

    Estratégia


    Serviço de telemonitoramento de casos de Covid-19 é ampliado em Manaus

    Dos 66 atendentes atualmente trabalhando no serviço, 42 são acadêmicos finalistas de Medicina da Ufam

     

    | Foto: João Viana / Semcom

    Manaus - O serviço de telemonitoramento de casos da Covid-19 foi ampliado em Manaus. Após parceria com a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), que cedeu alunos finalistas do curso de Medicina, mais de 2 mil ligações são feitas, em média, por dia, e pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19 são acompanhados na capital amazonense.

    “Essa é uma das ferramentas utilizadas dentro da estratégia de enfrentamento à pandemia, em que a relação de pacientes notificados com suspeita ou confirmação de Covid-19 vêm para nossa plataforma e nós entramos em contato para saber como esse usuário se encontra, além de fornecer alguma ajuda durante o período de doença”, explicou a médica cardiologista, Kelly Simone dos Santos, coordenadora do serviço de telemonitoramento da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

     

    | Foto: João Viana / Semcom

    Dos 66 atendentes atualmente trabalhando no serviço, 42 são acadêmicos finalistas de Medicina da Ufam, que prestam serviço para a Semsa e, em contrapartida, recebem da Escola de Saúde Pública (Esap) um certificado com a carga horária trabalhada. Os outros atendentes são 23 servidores da Semsa, e uma médica da Esap.

    “Existe uma rotina de atendimento, a gente se identifica ao usuário, colhe informações e classifica o quadro clínico desse usuário em leve, moderado e grave, de acordo com a estratificação criada pelo Ministério da Saúde e, de acordo com as condições clínicas em que o paciente se encontra a gente faz as orientações para domicilio, ou orienta que ele procure uma unidade de saúde para atendimento presencial”, destacou Kelly.

     

    | Foto: João Viana / Semcom

    Os dados são de pacientes incluídos no sistema “e-SUS Notifica”. Independentemente de onde o paciente tenha sido atendido, no serviço público ou privado de saúde, os dados são recebidos pelo sistema de telemonitoramento, e os atendentes entram em contato.

    Na última quarta-feira (3), houve 2.662 tentativas de contato durante o expediente, com 1.601 atendimentos de sucesso. “Todo paciente atendido em um laboratório, SPA, UBS, Pronto Socorro, com confirmação ou suspeita de Covid-19, deve ser notificado e para isso o usuário deve dar o telefone de contato correto e o CPF, além do endereço, para que em caso de necessidade, possamos indicar a unidade de saúde mais próxima, para auxiliar aquele usuário”, informou Kelly Simone.

    Leia mais:

    Covid-19: Vacinação para mais de 75 anos será por Drive-Thru em Manaus

    Aumento abusivo do preço do oxigênio acende alerta no Amazonas

    Covid: mais de 2 mil veículos são desinfetados em barreiras de Manaus