Fonte: OpenWeather

    Amazonas


    CIEE realiza entrega de cestas básicas em Manaus

    Mantimentos foram entregues à Secretaria da Mulher, Assistência Social e Cidadania e direcionados a famílias em situação de vulnerabilidade

     

    Os mantimentos foram direcionados a famílias em vulnerabilidade, e que tiveram as dificuldades ampliadas por conta do aumento de intensidade da pandemia do novo coronavírus
    Os mantimentos foram direcionados a famílias em vulnerabilidade, e que tiveram as dificuldades ampliadas por conta do aumento de intensidade da pandemia do novo coronavírus | Foto: Reprodução

    Manaus (AM) - Como forma de colaborar para que os efeitos do agravamento da crise sanitária vivida pela população de Manaus (AM) nas últimas semanas sejam atenuados, o CIEE realizou a entrega de mil cestas básicas à Secretaria da Mulher, Assistência Social e Cidadania – SEMASC.

    A entrega foi realizada no Espaço de Cidadania, no bairro São Geraldo, e contou com a presença da secretária Jane Mara Silva de Moraes Oliveira.

    Os mantimentos foram direcionados a famílias em vulnerabilidade, e que tiveram as dificuldades ampliadas por conta do aumento de intensidade da pandemia do novo coronavírus e o colapso do sistema de saúde no Estado do Amazonas, que expôs situações como a falta de oxigênio para pacientes internados.

    Desde o começo da pandemia, mais de 8,9 mil pessoas perderam a vida na capital e no interior, por complicações da doença.

    “Com as doações, colocamos o CIEE à disposição de quem vive momentos de dificuldades com o agravamento da crise do novo coronavírus em Manaus. A doença não tem impactado somente a saúde pública. Há o aumento do desemprego e outros transtornos que afetam direta e indiretamente a vida das pessoas”, disse o gerente de Assistência Social do CIEE, Rodrigo Nader.

    *Em Tempo, com informações da assessoria

    Leia mais:

    Cetam busca parcerias com MS para benefício dos indígenas do AM

    Governo transfere mais 11 pacientes para tratamento da Covid-19

    Governo pede à AstraZeneca rapidez na remessa de vacinas