Fonte: OpenWeather

    Doação


    Consulado do Japão em Manaus doa mais de 3,8 mil EPIs contra Covid

    Ao todo, foram doados 3.850 Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), entre máscaras e luvas

     

    Os itens serão destinados a municípios do interior, por meio do Programa Emergencial de Combate à Covid
    Os itens serão destinados a municípios do interior, por meio do Programa Emergencial de Combate à Covid | Foto: Divulgação

    Uma das principais aliadas no combate ao novo coronavírus no Amazonas tem sido a solidariedade. Na sexta-feira (12), o Governo do Estado recebeu mais uma doação, desta vez, do Consulado Geral do Japão em Manaus. Ao todo, foram doados 3.850 Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), entre máscaras e luvas.

    Os itens serão destinados a municípios do interior, por meio do Programa Emergencial de Combate à Covid-19 em Unidades de Conservação. A iniciativa, liderada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), visa apoiar prefeituras no enfrentamento da pandemia entre populações tradicionais que moram em áreas protegidas e regiões de entorno. 

    Ao todo, foram doadas 2,5 mil máscaras descartáveis, 350 máscaras hospitalares N95, 1 mil pares de luvas de procedimento, além de 150 unidades de álcool em gel hospitalar (70 graus) 500ml. O material foi entregue presencialmente na sede da Sema pela cônsul-geral do Japão, Hitomi Sekiguchi.

    “Nós já estávamos cientes da situação dramática que o Estado estava passando e pensávamos em uma maneira de poder contribuir. Nesse meio tempo recebemos uma mensagem do governador e começamos a nos mobilizar para cooperar o mais rápido possível”, afirmou a cônsul.

    Segundo o secretário da Sema, Eduardo Taveira, a doação do consulado atende ao pedido de apoio feito pelo governador Wilson Lima, em carta aberta enviada à comunidade internacional e entidades parceiras no mês de janeiro.

    “O Consulado Geral do Japão se mobilizou e, hoje, nós recebemos uma doação significativa de EPIs para apoiar nosso Programa Emergencial. São materiais de uso especial para as Unidades Básicas de Saúde e para os hospitais do interior, que darão suporte para ampliar o atendimento nas áreas protegidas”, disse Taveira.

    Programa Emergencial

    Para solicitar apoio logístico da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, as secretarias municipais de Saúde devem contatar a Sema previamente, para traçar as estratégias de atendimento nas áreas protegidas e comunidades próximas. 

    Associações-mãe de Unidades de Conservação e Organizações Não Governamentais (ONGs), que atuam em UCs do Estado, também podem requisitar apoio da Secretaria para ações voltadas ao combate à Covid-19.

    Estão previstos apoios no transporte de vacinas e profissionais da saúde para as comunidades, bem como assistência no traslado de ribeirinhos para municípios-sede, na aquisição de combustível para lanchas, entre outros, a depender do orçamento disponível no Programa Arpa para cada Unidade de Conservação a ser contemplada.

    *Com informações da assessoria