Fonte: OpenWeather

    Perda


    Jornalista amazonense morre aos 27 anos vítima da Covid-19 em Brasília

    Além de jornalista, Diego Mesquita também era estudante de direito e colaborador da OAB-AM

      

    Além de formado em jornalismo, Diego eraO jornalista ingressou como estagiário e era colaborador na Ordem há sete anos estudante de direito.
    Além de formado em jornalismo, Diego eraO jornalista ingressou como estagiário e era colaborador na Ordem há sete anos estudante de direito. | Foto: Divulgação

    Manaus - O jornalista e colaborador da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) - Seccional do Amazonas, Diego Mesquita dos Reis, morreu nesta quarta-feira (17) aos 27 anos, vítima de Covid-19. O amazonense estava internado em Brasília, onde realizava o tratamento contra a doença há mais de um mês.

    Em nota, a OAB lamentou a perda do funcionário, e desejou sentimentos à família e aos amigos de Diego.  O jornalista ingressou como estagiário e era colaborador na Ordem há sete anos, desempenhando atividades administrativas na Secretaria da seccional. Além de formado em jornalismo, Diego era estudante de direito. 

    Mortes de jornalistas por Covid

    Do início da pandemia até janeiro de 2021, o Brasil já perdeu 94 jornalistas para a Covid-19, de acordo com dados do Departamento de Saúde, Previdência e Segurança da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). Segundo a sigla, o número, no entanto, pode ser ainda maior, já que foram levados em conta apenas os registros oficiais e notícias de falecidos. Na lista de estados com maior número de mortes, o Amazonas está em segundo lugar.

    Segundo a Fenaj, a maior quantidade de óbitos foi registrada nos últimos meses, com o avanço da pandemia no Brasil. No entanto, entre novembro de 2020 e janeiro de 2021, houve aumento de 25% das mortes.

    Leia mais

    'Imunidade de rebanho' reacende debate em segunda onda da Covid no AM

    Perda de imunidade pode ter causado 2ª onda de infecções em Manaus

    Fake news podem atrapalhar vacinação no Amazonas