Fonte: OpenWeather

    COVID-19


    AM reduz taxa de transmissão do novo coronavírus, afirma governo

    O secretário da SES-AM destacou que, apesar de Manaus estar na fase vermelha da pandemia, o interior continua na fase roxa

    Mesmo com a redução, governo do AM alerta que é preciso manter as medidas de prevenção e controle da Covid-19 | Foto: Divulgação/Secom

     Manaus - A taxa de transmissibilidade do novo coronavírus, no Amazonas, apresentou uma redução de 1,3 para menos de 1,0 nas primeiras semanas do mês de fevereiro. Atualmente a RT está em 0,95, sendo a menor taxa já registrada este ano, colocando o Amazonas na 22ª posição no ranking desse indicador entre os estados brasileiros. 

    Em janeiro, o estado ocupava a primeira posição no ranking da taxa de transmissão do novo coronavírus no país, com 1,30, o que significa que cada 100 pessoas infectadas transmitiam o vírus para outras 130. 

    A desaceleração é fruto de uma combinação de fatores, que inclui a restrição de circulação de pessoas no Amazonas, a suspensão temporária das atividades comerciais não essenciais, o aumento dos índices de isolamento e o avanço da vacinação no estado, que também está em primeiro lugar no ranking nacional. 

     

    Para o secretário de saúde, Marcellus Campêlo, o retorno das atividades não essenciais depende da queda expressiva de casos e dos óbitos
    Para o secretário de saúde, Marcellus Campêlo, o retorno das atividades não essenciais depende da queda expressiva de casos e dos óbitos | Foto: Divulgação/Secom

    Para o secretário de saúde, Marcellus Campêlo, o retorno das atividades não essenciais depende da queda expressiva de casos e dos óbitos que, apesar de reduzirem, ainda estão em patamares altos. 

    “Nesse momento estamos apenas com as atividades essenciais em funcionamento e só vamos flexibilizar as atividades comerciais e fazer uma reabertura de forma responsável, quando houver uma diminuição significativa no número de casos de Covid-19”, afirmou o secretário durante entrevista para uma rádio nacional. 

    O secretário da SES-AM destacou também que, apesar de Manaus estar na fase vermelha da pandemia, o interior continua na fase roxa, considerada a fase mais crítica, e que por isso algumas medidas estão sendo reforçadas. 

    “Estamos orientando os prefeitos do interior a manter o rigor no distanciamento social. Há um efeito retardado em relação a Manaus e região metropolitana com os municípios do interior que são mais afastados. Há algumas regiões do Amazonas em crescimento, mas outras já reduzidas, principalmente aquelas em torno de Manaus”, esclarece Campêlo.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais

    Empresa de mobilidade transportará pessoal da vacinação em Manaus

    Mais de 6 mil trabalhadores da saúde já receberam a 2º dose da vacina

    Pazuello garante entrega de 200 milhões de doses da vacina até julho