Fonte: OpenWeather

    PLANEJAMENTO


    Prefeitura e Conselho de Arquitetura firmam termo de cooperação

    Termo vai para cumprir uma das metas do prefeito David Almeida de promover melhorias no exercício conjunto profissional e no licenciamento urbano

    A colaboração técnica envolve capacitação, treinamento e cursos | Foto: Divulgação

    Manaus - O vice-presidente do Implurb, Claudemir Andrade, o diretor de Planejamento do órgão, arquiteto Pedro Paulo e o presidente do conselho, arquiteto Jean Faria, participaram de uma reunião para analisar detalhes do Termo de Cooperação Técnica, nesta quinta (18). Ele irá ajudar a cumprir uma das metas do prefeito David Almeida de promover melhorias no exercício conjunto profissional e no licenciamento urbano.

    “Se o projeto é elaborado e apresentado de forma mais cuidadosa, atendendo as questões urbanas legais, dentro do Implurb a análise será muito mais rápida. Atendendo as premissas no licenciamento, consequentemente se terá mais celeridade ao requerente e quem contrata o profissional da área, que busca um retorno mais eficiente. Estamos trabalhando com a premissa da desburocratização, como meta do governo David Almeida, para dar mais eficácia e celeridade às aprovações de maneira prática”, disse o vice-presidente do instituto, o arquiteto e urbanista Claudemir Andrade.

    “O termo é interessante porque vai permitir levar conhecimento a todos os arquitetos cadastrados por meio de cursos e oficinas, facilitando a aprovação de futuros projetos, agregando conhecimento para que os profissionais possam elaborar seus trabalhos de forma mais assertiva e tendo melhor orientação quanto à legislação. Fora isso, vamos tratar assuntos pertinentes ao urbanismo e crescimento da capital”, disse o presidente do CAU-AM, o arquiteto Jean Faria.

      

    O termo vai permitir que arquitetos e urbanistas tenham amplo entendimento quanto aos procedimentos necessários da política de aprovação e licenciamento de obras
    O termo vai permitir que arquitetos e urbanistas tenham amplo entendimento quanto aos procedimentos necessários da política de aprovação e licenciamento de obras | Foto: Divulgação/Semcom

    O termo, ainda em elaboração conjunta, vai permitir que arquitetos e urbanistas tenham amplo entendimento quanto aos procedimentos necessários da política de aprovação e licenciamento de obras, sendo um facilitador tanto para o profissional quanto para o sistema de análise dentro do órgão.

    A colaboração técnica envolve capacitação, treinamento e cursos, além de troca de informações entre as entidades e futuramente realização de concursos públicos para projetos. “Uma proximidade institucional que tem como finalidade promover a maior qualidade de projetos arquitetônicos e urbanísticos, dando sempre mais segurança aos requerentes”, explica Andrade.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais

    Prefeitura vistoria comunidade para garantir abastecimento de água

    Colégios Militares do AM têm desempenho acima da média nacional

    Fapeam lança editais para representatividade feminina na ciência