Fonte: OpenWeather

    Obras


    Seminf avança em 15 frentes de drenagem profunda, diz Marcos Rotta

    As ações consistem em um conjunto de obras que visam realizar o escoamento adequado das águas das chuvas

    Nesta quarta-feira (24), a equipe do Distrito de Obras da zona Centro-Oeste iniciou a recuperação de aproximadamente oito metros de drenagem profunda no igarapé do Beco da Paz | Foto: divulgação

     

    Nesta quarta-feira (24), a equipe do Distrito de Obras da zona Centro-Oeste iniciou a recuperação de aproximadamente oito metros de drenagem profunda no igarapé do Beco da Paz
    Nesta quarta-feira (24), a equipe do Distrito de Obras da zona Centro-Oeste iniciou a recuperação de aproximadamente oito metros de drenagem profunda no igarapé do Beco da Paz | Foto: divulgação

    Manaus (AM) - Os trabalhos de manutenções e implantações de rede de drenagens profundas nos bairros da capital estão sendo intensificados pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), que atualmente avança em 15 frentes de obras espalhadas pelas zonas da cidade.

    As ações consistem em um conjunto de obras que visam realizar o escoamento adequado das águas das chuvas, com receptores e as implantações de tubulações de acordo com a necessidade de cada área.

    Segundo o vice-prefeito e secretário da Seminf, Marcos Rotta, esse tipo de serviço é realizado rotineiramente pelas equipes de obras do órgão. São ações necessárias, por, muitas das vezes, serem estruturas antigas e acabam sendo rompidas por não comportarem mais o fluxo de águas. “Manaus tem muitas áreas que precisam de implantações de drenagens e outras necessitam ser substituídas devido a estarem muito desgastadas e não comportarem mais o fluxo das águas. Por determinação do prefeito David Almeida, estamos intensificando esse tipo de obra”, concluiu Rotta.

    Nesta quarta-feira (24), a equipe do Distrito de Obras da zona Centro-Oeste iniciou a recuperação de aproximadamente oito metros de drenagem profunda no igarapé do Beco da Paz, localizado na rua Álvaro Peres Filho, bairro Nova Esperança. A tubulação antiga está sendo toda substituída por uma nova rede em concreto armado, que dará a vazão correta às águas.

    Segundo os moradores, eles sofrem há pelo menos 15 anos com as fortes chuvas que enchem o igarapé que acaba transbordando e alagando toda a área, dificultando o acesso dos moradores até suas casas, além de impedir o tráfego de veículos.

    Para a contadora Fátima Ribeiro, moradora da região, há anos as pessoas têm dificuldade para se locomover pela rua em dias de chuvas, pois o local alaga todas as vezes que chove.

    "Sou moradora desta rua há 31 anos e sinto na pele o sofrimento de você ter a sensação de estar num flutuante, porque a minha casa fica submersa quando chove, alaga tudo. Eu acredito que, após esta obra, nós teremos mais dignidade e menos sofrimento", ressaltou Fátima.

    Centro da Cidade

    Na avenida João Valério, zona Centro-Sul da cidade, ocorreu um afundamento de pista na última quarta-feira (17), devido ao rompimento de uma tubulação muito antiga que estava totalmente corroída, o que impossibilita a passagem de águas.

    Dada à complexidade desta obra, equipes da Seminf estão no local desde então, durante 24h por dia, para que o problema seja resolvido com celeridade.

    Os bairros da zona Sul, Petrópolis, Aleixo e Japiim, na zona Sul, e São José na zona Leste, também estão recebendo obras de drenagens profundas, de acordo com a assessoria. 

    *Com informações da assessoria