Fonte: OpenWeather

    Explosão


    Oito apartamentos são atingidos após explosão em condomínio na BR-174

    Uma das vítimas da explosão teve 80% do corpo queimado

     

    O diretor operacional da Defesa Civil, Major Robson Falcão explicou que a ocorrência foi registrada pelo 199
    O diretor operacional da Defesa Civil, Major Robson Falcão explicou que a ocorrência foi registrada pelo 199 | Foto: Divulgação/CBMAM

    Manaus - Oito apartamentos foram destruídos no final da tarde desta quarta-feira (24), após uma forte explosão em um dos apartamentos de um condomínio particular no quilômetro 2, da rodovia federal BR-174. Segundo o sargento Noronha, a causa possivelmente é um vazamento de gás e duas pessoas ficaram feridas.

    "Houve duas vítimas, uma mulher que teve queimaduras superficiais e um homem que teve em torno de 50% do corpo queimado. Ele já foi socorrido e encaminhado ao Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto. Após o vazamento de gás GLP, o gás ficou confinado no apartamento de baixo e quando um homem foi ligar o fogão, ocorreu a explosão. Quatro apartamentos desabaram, os outros apartamentos com estilhaçamento de vidros", explicou. 

    O diretor operacional da Defesa Civil, Major Robson Falcão explicou que a ocorrência foi registrada pelo 199 e o apartamento onde houve a explosão, além dos apartamentos vizinhos tiveram a estrutura condenada. 

    "Precisamos ter um laudo tanto nosso quanto do Instituto de Criminalistica. Será acionado um engenheiro para que dois laudos elucidem as causas do acidente. Acionamos a equipe de assistência social para cadastro de moradores. Já notamos pessoas em outros apartamentos, de vizinhos. Será feita a análise da questão estrutural de riscos e posteriormente vamos cadastrar e realocar famílias", explicou o major. 

    Falcão ainda aproveitou para alertar a população a ter cuidados com vazamentos de gás.  

    "Caso tenha essa condição de vazamento, é recomendado que a pessoa se ausente. O gás não tem cheiro. Nessa estrutura, há risco de mais desabamento e vamos definir após vistoria a demolição. Não tem jeito de resolver o problema fazendo algum tipo de reforma", contou.

    O advogado do condomínio Paulo Oliveira informou a imprensa que haverá uma reunião com moradores para averiguar os prejuízos. Uma seguradora também já foi acionada.

    Veja mais detalhes sobre a ocorrência na Live do Portal Em Tempo:

    Leia Mais:

    Explosão em condomínio de Manaus deixa vítimas com queimaduras

    Procon-AM apreende mais de 70 Kg de alimentos em supermercado na ZL

    Cestas básicas são doadas para pessoas em situação de vulnerabilidade