Fonte: OpenWeather

    Manicoré


    No interior do AM, criança morre após receber quatro anestesias

    Menino deu entrada em hospital após sofrer acidente de moto com o pai. Ele havia fraturado o braço. A promotoria de Justiça de Manicoré irá apurar a morte da criança

    Saimon Gabriel Freitas Neri foi hospitalizado após quebrar o braço em acidente de moto em Manicoré (AM) | Foto: Divulgação

     Manaus (AM) -  Saimon Gabriel Freitas Neri da Costa, de apenas 6 anos, morreu no hospital Dr. Hamilton Cidade, em Manicoré, distante a 339.02 km de Manaus, após receber quatro anestesias no braço direito que foi fraturado, três doses de anestesia local e uma geral, segundo a mãe Sandy Freitas. 

    O menino deu entrada no hospital na quinta-feira (18), após sofrer um acidente de moto com o pai, Jailson Coutinho, ambos estavam internados no mesmo hospital. A mãe conta ainda que até o sábado o braço do seu filho ainda não tinha sido imobilizado. A criança faleceu no sábado (20). Por volta das 21h30 entraram com uma maca no quarto em que estava Saimon e o colocaram lá sem a  autorização de Sandy.

    “Eu estava pegando uma água quando vi meu filho gritando por mim. Fui até ele e vi o meu filho desfalecer na minha frente. Foi horrível”. Ainda segundo a mãe, o médico que o atendia ainda realizou uma massagem cardíaca para tentar reanimar a criança. No laudo médico consta que a causa da morte foi uma parada cardíaca não especificada.

     O EM TEMPO entrou em contato com a Secretaria Estadual de Saúde (SES) e em nota informou que até esta quinta-feira (25) não tinha sido informada, oficialmente, sobre a denúncia e ao tomar conhecimento entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde de Manicoré (Semsa), responsável pela gestão do hospital, para apurar as circunstâncias do atendimento. A secretaria estadual informou que acompanhará o caso.

    O EM TEMPO também tentou contato com a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde de Manicoré e informaram, por meio de nota, que foi instaurada uma comissão disciplinar para avaliar a conduta do médico.

    Promotoria de Justiça do município irá apurar o caso

    A promotoria de Justiça de Manicoré instaurou Notícia de Fato para apurar a morte da criança Saimon Gabriel Freitas Neri da Costa, de 6 anos.

    O promotor de Justiça Vinícius Ribeiro de Souza relatou que o caso, além de ter sido noticiado em vários veículos de comunicação, teve grande repercussão na cidade, por isso a abertura do procedimento que abre investigação dentro do Ministério Público.

    Dessa forma, o MP oficiou à autoridade policial local para que relate as medidas adotadas e à secretaria municipal de Saúde para que preste as informações dos procedimentos adotados no atendimento à criança.

    O prazo dado aos dois entes públicos para que enviem as informações ao MP é de 15 dias, contado a partir da data de recebimento dos expedientes.

    Leia mais:

    Mãe deixa criança de 5 anos amarrada por dois dias no quintal

    Após trocar tiros com a polícia, dupla é presa no Jorge Teixeira

    Arma de criminoso falha durante assalto e motoboy sobrevive em Manaus