Fonte: OpenWeather

    Vacina em Manaus


    David Almeida solicita inclusão de PCDs em grupo prioritário da vacina

    Caso seja aceita, a solicitação inclui as pessoas com deficiência institucionalizadas e com deficiência permanente

     

    De acordo com o chefe do Executivo, o pedido será encaminhado à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), para buscar uma maneira de incluir, por vias legais, esse grupo nas próximas etapas de vacinação
    De acordo com o chefe do Executivo, o pedido será encaminhado à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), para buscar uma maneira de incluir, por vias legais, esse grupo nas próximas etapas de vacinação | Foto: Divulgação Semcom

    Manaus- Durante reunião realizada nesta quinta-feira (25), o prefeito de Manaus, David Almeida, recebeu das mãos da deputada estadual Joana Darc (PL) um ofício solicitando a inclusão de pessoas com deficiência no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19.

    De acordo com o chefe do Executivo, o pedido será encaminhado à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), para buscar uma maneira de incluir, por vias legais, esse grupo nas próximas etapas de vacinação. Além disso, o prefeito afirmou que a solicitação vai ao encontro dos objetivos da gestão municipal, que defende a inclusão social.

    “Recebo esse ofício com alegria e garanto que vamos buscar soluções para cumprir, de forma rápida, a inclusão desse grupo de pessoas no protocolo de vacinação. A Prefeitura de Manaus sempre vai lutar pelos que mais precisam e sabemos que as pessoas com deficiência também estão vulneráveis ao novo coronavírus”, explicou David.

    A deputada Joana Darc destacou que o Novo Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra a Covid-19, lançado no último dia 15, incluiu como prioridade outros grupos populacionais caracterizados pela vulnerabilidade social e econômica. 

    “Agradeço ao David por nos receber, pois esse é um pedido de todas as famílias especiais e das pessoas com deficiência, que precisam de uma ação rápida e efetiva do poder público, para sobreviver nessa pandemia”, destacou a parlamentar.

    Caso seja aceita, a solicitação inclui as pessoas com deficiência institucionalizadas e com deficiência permanente. No primeiro caso, trata-se daquelas que vivem em residência inclusiva para jovens e adultos com deficiência, como é o caso do Abrigo Moacyr Alves, e em locais com equipe de saúde capacitada, para realização das aplicações necessárias ao público-alvo.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Governo inaugura abrigo para atender pessoas em situação de rua

    58 pessoas foram sepultadas em Manaus nesta quinta-feira (25)