Fonte: OpenWeather

    Acidente de trânsito


    Músico do Garantido morre aos 29 anos após ser atropelado em Manaus

    Segundo familiares, a vítima estava trabalhando como entregador de comida em uma bicicleta, quando foi atingido por um veículo. O motorista fugiu sem prestar socorro

     

    O músico morreu após ser atropelado.
    O músico morreu após ser atropelado. | Foto: Reprodução

    Manaus - Aos 29 anos, o integrante da batucada do Boi Garantido, Mauro Júnior Filho, morreu após ser sido atropelado por um carro, enquanto trabalhava como entregador de delivery, na noite deste sábado (28), na avenida Constantino Nery, zona Centro-Sul de Manaus.  O motorista do veículo fugiu sem prestar socorro à vítima. 

    De acordo com familiares, Mauro estava indo deixar um pedido em sua bicicleta, quando foi atingido por um automóvel, modelo Chevrolet Montana. Com o impacto, o músico bateu com a cabeça em uma árvore do canteiro central da avenida e sofreu traumatismo craniano.  

    O entregador ainda chegou a ser socorrido por uma ambulância do Serviço Móvel de Atendimento Urgente (Samu), e foi levado ao Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na zona Leste da capital, mas não resistiu e faleceu horas após ser internado.

    O músico deixa um filho de cinco anos. 

    Paixão pelo Festival de Parintins

    Segundo Dhiego Sá,  amigo de infância do batuqueiro, Mauro era apaixonado pelo Festival Folclórico de Parintins.

    "Ele era batuqueiro do Boi Garantido há mais de 20 anos, desde o ano 2000. Como no ano passado nós não tivemos o festival, devido à pandemia, ele sempre comentava que o próximo [Festival de Parintins] seria o melhor de todos os tempo", relatou o amigo.

     

    O Boi Garantido sempre foi uma das grandes paixões da vida de Mauro.
    O Boi Garantido sempre foi uma das grandes paixões da vida de Mauro. | Foto: Reprodução

    Investigação

    A Polícia Civil está apurando o caso, e deverá solicitar ao Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) as imagens de câmeras de segurança da avenida Constantino Nery, a fim de identificar a placa do veículo conduzido pelo motorista que fugiu sem prestar socorro a Mauro.

    Dependendo das investigações, o motorista poderá responder por homicídio culposo ou doloso, com o agravante de ter deixado o local do acidente sem prestar nenhum tipo de socorro à vítima.

    Leia mais

    Em Manaus, carro capota com dois homens baleados a caminho de hospital

    Vítima de explosão morre e vizinhos relatam medo em condomínio no AM

    Aglomerados, passageiros de barco estão há nove dias à deriva no AM