Fonte: OpenWeather

    Infraestrutura


    Manaus terá a maior obra de mobilidade urbana da Região Norte

    Complexo Viário Anel Sul e Anel Leste interligarão as Zonas Norte, Leste e Centro-Sul, desafogando o tráfego da cidade

    | Foto: Divulgação/Seinfra

    Em Manaus está sendo construindo o maior complexo viário da Região Norte do país. Com 27 quilômetros, os Anéis Viários Leste e Sul interligarão as Zonas Norte, Leste e Centro-Sul de Manaus.

    Considerada a maior obra de mobilidade urbana de Manaus, os complexos viários proporcionarão maior fluidez no tráfego,  encurtarão a distância entre as zonas da cidade e desafogarão o trânsito no perímetro urbano, por meio de um novo corredor.  O projeto moderno e arrojado também evitará congestionamentos, reduzirá o consumo de combustível e o tempo de transporte.

    Com 18,1 quilômetros de extensão, o Anel Leste inicia no trevo da Avenida dos Oitis e terminará na Avenida Margarita, no trecho compreendido da Reserva Florestal Adolfo Ducke. As avenidas existentes, Margarita e José Henriques, dão acesso ao Anel Sul, o qual possuirá 8,6 quilômetros de extensão, com início no trevo da Avenida José Henriques e término na Avenida Santos Dumont.

    A circulação de veículos pesados é um dos fatores que ocasionam congestionamentos em Manaus e o Anel Leste está sendo projetado para suportar um tráfego de até 1800 carretas e/ou ônibus por dia. O novo corredor desviará a circulação de veículos pesados do centro de Manaus e esse deslocamento entre as Zonas Norte e Leste da capital também beneficiará o Polo Industrial de Manaus, facilitando o trajeto dos veículos que saem do Distrito Industrial com destino ao aeroporto e às rodovias AM-010 e BR-174 (Manaus-Boa Vista).

    O Governo Wilson Lima concluiu a construção do maior e mais completo viaduto do Amazonas, o Lydia da Eira Corrêa, com 230 mil metros quadrados  e situado no entroncamento da Estrada do Tarumã com a Avenida Torquato Tapajós e a Avenida Arquiteto José Henriques. O viaduto possui passagem de nível e pistas de rolamento adequadas para o tráfego atual e futuro, além de quatro alças externas e quatro alças internas, formando um trevo de oito alças, o que faz o trânsito fluir para todos os lados, sem interferências de sinais.

    Com investimento no valor de R$ 117.250.776,51, os serviços no Anel Sul alcançaram o percentual de 61% de execução e, nesta segunda etapa, os trabalhos se concentram no processo de desapropriação e demolição de imóveis situados na área de influência da obra, de modo que a duplicação prossiga até a Avenida Santos Dumont.

    A duplicação contemplará 8,6 metros de extensão da Estrada do Tarumã, dos quais 2,7 quilômetros já foram demolidos e haverá, ainda, desapropriação e demolição em mais 5,4 quilômetros, passando pelos bairros Tarumã, Campos Sales e Vila Suíça. 

    Projeto Anel Leste

    O investimento é de R$ 197 milhões, sendo R$ 161 milhões oriundos do Governo Federal e R$ 36 milhões do Programa de Apoio às Despesas da Capital (Prodecap Amazonas), dos quais, R$ 39 milhões serão destinados para as desapropriações decorrentes da obra. O empreendimento vai gerar cerca de cinco mil empregos diretos e indiretos.

    Nesta fase, está sendo executada a construção de uma segunda ponte que faz parte da duplicação da Avenida dos Oitis, no bairro Distrito Industrial.

    O projeto inclui duas pistas, contemplando 10,80 metros de largura, com três faixas de 3,60 metros em cada uma. Os passeios laterais possuirão três metros de largura e canteiros com cinco metros. Ao longo do trecho, serão implantadas 22 baias para paradas dos ônibus, oito galerias, três pontes e passagens de faunas.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais

    Prefeitura de Manaus inicia nova revitalização na Djalma Batista

    Wilson Lima inaugura leitos de UTI na maternidade Balbina Mestrinho

    Prefeitura de Manaus realiza obra na rua Luiz Antony após forte chuva