Fonte: OpenWeather

    Obras no AM


    No Amazonas, obras do primeiro hemonúcleo de Tabatinga iniciam

    O hemonúcleo será equipado para viabilizar exames laboratoriais de baixa e média complexidade, diagnóstico precoce, coleta, fracionamento e transfusão de sangue

     

    A construção dos hemonúcleos faz parte de projeto do governador do Estado, Wilson Lima
    A construção dos hemonúcleos faz parte de projeto do governador do Estado, Wilson Lima | Foto: Divulgação/Seinfra


    Tabatinga (AM)- Iniciou nesta semana a construção do primeiro hemonúcleo do município de Tabatinga (a 1.108 quilômetros de Manaus). A unidade é a segunda construída no interior do estado, com estrutura para fazer exames laboratoriais, diagnóstico rápido, coleta, fracionamento e transfusão de sangue.

    Situado na rua Coronel Berg, na área central da cidade, a obra, realizada em parceria com a Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam), prevê a construção de um prédio principal, com 600 m², para abrigar os laboratórios, consultórios, postos de enfermagem, salas de triagem e de coleta de sangue.

    O hemonúcleo será equipado para viabilizar exames laboratoriais de baixa e média complexidade, diagnóstico precoce, coleta, fracionamento e transfusão de sangue.

    O projeto inclui a construção de salas de resíduo e esterilização, estação de tratamento de esgoto (ETE) e estacionamento para motocicletas e automóveis. O prédio também contará com baia para embarque e desembarque de materiais e área para futuras ampliações.

    De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura, Carlos Henrique Lima, a previsão de entrega é para o segundo semestre de 2021.

    “Iniciamos a obra de construção do Hemonúcleo de Tabatinga, e essa obra faz parte do projeto do governador Wilson Lima para fortalecer e interiorizar o sistema de hemoterapia no estado”, assinala.

    O Hemonúcleo de Tabatinga é a segunda obra do pacote de ampliação previsto pela Fundação Hemoam. O primeiro foi construído no município de Coari (a 363 quilômetros da capital).

    A construção dos hemonúcleos faz parte de projeto do governador do Estado, Wilson Lima, para garantir a expansão do serviço de hemoterapia para o interior do Amazonas.

    *Com informações da assessoria ao Em Tempo

    Leia mais:

    Canteiro central da avenida Brasil passa por revitalização em Manaus

    Fábrica que poluía lago em Manaus é multada em mais de R$ 300 mil