Fonte: OpenWeather

    Religião


    Manaus possui mais de 8,5 mil igrejas evangélicas

    Em 20 anos, o número de igrejas teve um aumento de 325%. A Ordem dos Ministros Evangélicos do Amazonas (Omeam) acredita que pandemia pode estar ‘freando’ o aumento de igrejas na cidade

    Número de evangélicos em todo o Amazonas subiu de 21% em 2000 para 31% em 2010 | Foto: EM TEMPO

    MANAUS - A comunidade evangélica vem aumentando em Manaus. E conforme a população vai crescendo, mais fiéis vão se agregando nas mais de 8,5 mil igrejas existentes na capital amazonense. O número é da Ordem dos Ministros Evangélicos do Amazonas (Omeam).

    Quanto ao número de amazonenses evangélicos, o último levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Ibge), mostrou que em 2010 o número de evangélicos em todo o Amazonas subiu de 21% em 2000 para 31% em 2010. No mesmo período, a parcela da população que se declarou católica no Estado sofreu uma queda, representando 59,5% dos amazonenses. Em 2000, eles eram 70,8% da população.

    O último censo mostra que na capital amazonense o número de pessoas que se declararam católicos era de 967.270 pessoas. Já os que se declararam evangélicos, 640.785. Para o integrante do Omeam, o pastor Valdiberto Rocha, esse número deve ser bem maior atualmente. “Não é possível dizer o número exato de evangélicos porque existem muitas pessoas entrando e saindo da igreja e além disso, estamos lidando com cerca de 3 mil igrejas evangélicas independentes que surgiram nos últimos anos”.

    A igreja que mais possui adeptos entre os evangélicos é a pentecostal Assembleia de Deus (IEADAM), com atualmente cerca de mil igrejas em toda a cidade. “Somos cerca de 300 mil fiéis em todo o estado. Em Manaus somos cerca de 200 mil. Temos 1150 congregações em Manaus e temos uma média de crescimento de 15 mil fiéis nos últimos anos”, contou o pastor Moisés Melo, primeiro vice-presidente do IEADAM.

     

    Comandada pelo deputado federal Silas Câmara, o IEADAM é a igreja evangélica com o maior número de fiéis em Manaus
    Comandada pelo deputado federal Silas Câmara, o IEADAM é a igreja evangélica com o maior número de fiéis em Manaus | Foto: Divulgação

    Pelas ruas da cidade, é possível ver a grande quantidade de igrejas existentes. É comum encontrar templos religiosos de diferentes congregações em uma única via, como é o caso das três encontradas pelo EM TEMPO na rua San Miguel de Tucumán, Colônia Terra Nova, Zona Norte de Manaus. 

    Outra rua que o EM TEMPO percorreu, na avenida avenida Constantino Nery, bairro São Geraldo, Zona Centro-Sul de Manaus, foram contabilizadas quatro igrejas de diferentes congregações como: Igreja Assembleia de Deus Ministério da Madureira, Igreja Universal do Reino de Deus, Igreja Mundial do Poder de Deus e Igreja Internacional da Graça de Deus.

    Apesar disso, a avenida Constantino Nery não supera uma das ruas que mais possuem igrejas em Manaus: a rua Tupiniquim, na comunidade Florestal, bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, com um total de oito diferentes templos religiosos evangélicos. 

     

    Na rua San Miguel de Tucumán, bairro Colônia Terra Nova, existe uma igreja Adventista e uma igreja batista distante menos de um quilômetro
    Na rua San Miguel de Tucumán, bairro Colônia Terra Nova, existe uma igreja Adventista e uma igreja batista distante menos de um quilômetro | Foto: Hector Silva

    Para a socióloga Liliane Oliveira, a grande quantidade de igrejas próximas e presentes nos diversos bairros de Manaus ocorre devido os templos se tornaram 'refúgios' da sociedade. 

      “A diversidade de igrejas pode ser respondida por esse caminho, mas há outra explicação que aponta que devido às mazelas sociais serem tão intensas na realidade brasileira, a igreja torna-se o refúgio das massas”, ressalta.  

     

    Igreja Universal, na avenida Constantino Nery
    Igreja Universal, na avenida Constantino Nery | Foto: Divulgação

    O teólogo e pastor Carlos Rogério, supõe que a má formação de lideranças é o motivo para existir tantas igrejas diferentes em Manaus. “Hoje existem muitas pequenas igrejas que vão saindo das grandes. As igrejas de pequeno porte em Manaus saíram da Assembleia de Deus, por exemplo. Mas o que leva isso no meu entendimento é a má formação de lideranças. Lideranças essas que não se submetem a ser lideradas. Com isso, vão se abrindo portas que muitas das vezes apresentam ideologias contraditórias”, explica o estudioso.

    Segundo manauaras ouvidos pelo EM TEMPO, a quantidade de igrejas em uma mesma região 'transmite paz'. É desta forma que pensa Elson José. Ele possui um comércio há muitos anos na rua Tupiniquim. Ele conta que o índice de criminalidade diminuiu na região.

      “Eu sinto que com isso até inibiu os roubos. Essa rua tem seus problemas com isso, mas a presença das igrejas ajuda bastante”, aponta o comerciante.  

    A dona de casa Márcia Barros que mora há muitos anos nessa rua concorda com o comerciante. “Há muitos evangélicos aqui”, conta ela.

     

    A rua Tupiniquim na comunidade Florestal, bairro Cidade Nova, possui oito igrejas. Existem outras nas ruas paralelas a ela
    A rua Tupiniquim na comunidade Florestal, bairro Cidade Nova, possui oito igrejas. Existem outras nas ruas paralelas a ela | Foto: Hector Silva

    Para a socióloga, a presença somente das igrejas próximas não é um fator fundamental para a inibição da criminalidade em uma região. “A Igreja assegura a paz no âmbito das questões socioeconômicas dentro de uma perspectiva simbólica, mas para dizer que ela inibe o crime, a violência doméstica, dentre outros problemas, é necessário analisar profundamente cada espaço urbano. Agora se a igreja é atuante no âmbito da ação social, isto é, chega até a comunidade por meios projetos sociais, ela pode sim garantir uma certa segurança ao lugar onde ela se insere”.

    Queda no número de igrejas na pandemia

    A pandemia sem dúvida impacta a vida de muitas pessoas. E com as igrejas evangélicas não foi diferente. Motivo de muita polêmica, a decisão sobre a abertura ou fechamento de cultos e missas tem sido discutida por diversas autoridades estaduais. No estado de São Paulo inclusive, o decreto 65.563/2021 vedou integralmente a realização de cultos, missas e outras atividades religiosas coletivas como medida de enfrentamento da pandemia de Covid-19. O assunto chegou até o Supremo Tribunal Federal (STF), por meio de uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 811, ajuizada pelo Partido Social Democrático (PSD).

    No Amazonas, o deputado estadual João Luiz (Republicanos) conseguiu na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) a aprovação de um Projeto de Lei (PL), o qual prevê que igrejas e templos de qualquer culto são essenciais em períodos de calamidade pública. De acordo com o texto da PL, a função dos templos não diz respeito apenas à assistência espiritual, mas também à questão social, emocional e mental. “Os templos não só fazem preces pela saúde dos enfermos como também reforça medidas de prevenção, bem como arrecadam doações para que sejam distribuídas às famílias carentes”, afirmou o deputado e pastor, em sua justificativa.

    Apesar da decisão, a Omeam registrou o fechamento de cerca de 500 igrejas em toda a capital. Isso porque, entre o período do início da pandemia em 2020 até o dia 6 de maio de 2020 quando foi proferida a decisão, as igrejas permaneceram fechadas a pedido das autoridades sanitárias. Porém, a Omeam acredita que as igrejas não se extinguiram por conta disso.

      “Muitas igrejas evangélicas em Manaus funcionam em lugares alugados. Com a pandemia, algumas congregações informaram que diminuíram o número de ofertas. Mas não consideramos que elas fecharam. Apenas o prédio onde funcionavam por conta dos aluguéis”, pontuou o integrante do Omeam, pastor Valdiberto Rocha.  

    Leia mais

    Deputado estadual se posiciona contra a abertura de igrejas no AM

    Em vigília de Páscoa, papa diz esperar renascimento pós-pandemia

    Irmão Lázaro recebe homenagens após morte por conta da Covid-19



    <<<<<<< HEAD ======= >>>>>>> e5a666b371d90e4920345db9572e28a6ed1fabe8