Fonte: OpenWeather

    Amazonas


    Defesa Civil Nacional repassa R$ 671,59 mil para Tapauá (AM)

    Município é o 12ª no Amazonas a receber apoio da Defesa Civil nacional para assistência humanitária deste o início das cheias no estado. Ao todo, as transferências somam R$ 14,55 milhões

    | Foto: Divulgação

    Manaus (AM) - A cidade de Tapauá, no Amazonas, vai receber recursos federais para aplacar os impactos da cheia do Rio Purus. A portaria que autoriza o repasse de R$ 671,59 mil foi publicada nesta sexta (23) no Diário Oficial da União.

    É a 12ª cidade amazonense a receber apoio da Defesa Civil nacional para assistência humanitária deste o início das cheias no estado. Ao todo, as transferências somam R$ 14,55 milhões.

    Tapauá decretou situação de emergência por inundação na segunda quinzena de março. Desde então, o agravamento do evento foi exaurindo ainda mais a capacidade de resposta do município - característica particular desse tipo de desastre.

    Atualmente, a inundação já afeta cerca de mil famílias. O apoio federal será destinado à aquisição de cestas de alimentos, colchões, redes e kits dormitórios, de limpeza e de higiene pessoal, locação de embarcações de médio e pequeno porte e aquisição de combustível.

    Também estão na calha do Rio Purus os municípios de Boca do Acre, Pauini, Lábrea e Canutama. Somados, os recursos destinados às cidades atingem R$ 6,37 milhões. Apenas para Boca do Acre foram repassados R$ 2,96 milhões, no dia 18 de março.

    Na calha do Rio Juruá estão os municípios de Guajará, Eirunepé, Envira, Ipixuna, Carauari, Itamarati e Juruá. Juntos, eles receberam R$ 8,18 milhões para atenção às populações afetadas pela cheia.

    Reconhecimento federal

    O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) também reconheceu nesta sexta-feira a situação de emergência em seis municípios do Nordeste, Sudeste e Sul do País. Na Bahia estão três (Ibiassucê, Macaúbas e Caraíbas), que registraram a ocorrência de estiagem.

    No estado, já são 64 cidades com reconhecimento federal por estiagem ou seca.

    Carnaúba dos Dantas (RN) e Romelândia (SC) também sofrem os efeitos do longo período sem chuvas. Já Itaipé (MG) obteve reconhecimento após a ocorrência de chuvas intensas.

    Após a publicação do reconhecimento federal, os municípios podem solicitar recursos para restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de infraestrutura danificada pelos desastres.

    Com base nas informações enviadas por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres Naturais (S2iD), a equipe técnica da Defesa Civil nacional avalia as metas e os valores solicitados. Com a aprovação, é publicada Portaria no DOU com a especificação do valor a ser liberado.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Obras no Terminal da Constantino Nery chegam a fase final

    Caçamba tomba em entrada de shopping para evitar colisão em Manaus

    Em Manaus, beleza da Praça Dom Pedro II atrai frequentadores