Fonte: OpenWeather

    Amazonas


    Radiocomunicação reforça segurança no Amazonas

    A ação é uma parceria entre a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e o Governo Federal, por meio do Ministério da Justiça e Segurança Pública

     

    O objetivo é aumentar a fiscalização e a repressão contra os crimes transfronteiriços
    O objetivo é aumentar a fiscalização e a repressão contra os crimes transfronteiriços | Foto: Divulgação SSP-AM

    Manaus (AM) - A radiocomunicação é um importante apoio nas operações policiais. Esses equipamentos fazem parte do novo sistema tecnológico que visa intensificar as ações de combate ao tráfico de drogas e aos crimes ambientais, no Amazonas.

    Cerca de 500 radiocomunicadores digitais foram entregues às forças de segurança para reforçar a comunicação integrada na capital e em sete municípios do interior do estado.

    De acordo com o secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, a radiocomunicação é importante em todas as operações no Amazonas. 

    “É um serviço que vai vir e vai somar bastante. Uma parceria que foi feita e nós estamos conseguindo adquirir esses rádios, que irão possibilitar que todas as operações, principalmente em área de fronteira, tenham o devido apoio através da radiocomunicação”

     

    As polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Guarda Civil Municipal de Manaus, Coari, Tefé, Iranduba, Santo Antônio do Içá, Tabatinga, Benjamin Constant, São Gabriel da Cachoeira e Parintins receberam o equipamento que visa ajudar no combate à criminalidade.

    | Autor: Carlos Soares / SSP-AM

    A primeira cidade a receber o sistema foi Iranduba, com inauguração pelo governador Wilson Lima em agosto de 2020. Com um investimento total de R$ 13 milhões, a iniciativa é executada pela Secretaria de Operações Integradas (Seopi), por meio do programa Vigia, que atua permanentemente no Amazonas desde novembro de 2019.

    Entre as linhas de atuação do Vigia estão operações integradas, aquisição de equipamentos, capacitações e bases operacionais com integração de sistemas.

    O objetivo é aumentar a fiscalização e a repressão contra os crimes transfronteiriços, como contrabando e tráfico de drogas, armas e munições.

    *Em Tempo com informações da assessoria

    Leia mais:

    Vídeo: polícia prende 2 homens por ‘racha’ na Cidade Nova, em Manaus

    Usuário de drogas discute e mata traficante em boca de fumo de Manaus

    Soldado do EB morre em hospital após sofrer acidente de moto em Manaus