Fonte: OpenWeather

    Benefício


    Auxílio Enchente de R$ 300 ajudará famílias afetadas pela cheia no AM

    A entrega do cartão começa nesta sexta-feira (7); confira

     

    Benefício será para municípios que decretaram situação de emergência
    Benefício será para municípios que decretaram situação de emergência | Foto: Brayan Riker

    MANAUS - Ao menos 100 mil famílias afetadas pela cheia de 2021 no Amazonas, que promete ser a maior em 100 anos, serão beneficiadas com o Auxílio Estadual Enchente. O valor será distribuído para os municípios que já decretaram situação de emergência pelo Governo do Estado. 

    Um cartão com o valor de R$ 300, em parcela única, será entregue para as famílias a partir desta sexta-feira (7). As prefeituras de cada município irão realizar a distribuição desse auxílio, através de busca ativa e por meio do aplicativo SASI. O cadastro será realizado em uma parceria da Defesa Civil e outros órgãos municipais e estaduais, que irão acompanhar a população.

      Segundo a Defesa Civil, 20 cidades constam nessa relação, incluindo não só os municípios banhados pelo Rio Negro, mas também pelo Rio Juruá, Rio Purús e Rio Madeira. De acordo com dados divulgados pelo Serviço Geológico do Brasil, a previsão é que a cota mínima seja de 29,50 m, podendo variar entre 30,00 e a máxima de 30,05 metros.  

    Um dos estados em maior alerta e mais afetados pela cheia é Anamã, que recebe visita de Wilson Lima nesta sexta-feira para iniciar a entrega do Auxílio Estadual Enchente. O governador também irá acompanhar ações de contingência.  

      "Essa é uma ação em conjunto com as prefeituras municipais que será um alívio para essas famílias. Ao menos R$ 300 mil serão injetados na economia através desse benefício", disse o governador Wilson Lima.  

    O cartão poderá ser utilizado para a compra de alimentos, produtos de higiene pessoal e outros itens em lojas previamente cadastradas pelo Governo.

    A entrega do cartão será exclusiva para a população dos municípios que já decretaram situação de emergência, mas conforme outras localidades em estado de alerta avancem, serão incluídos no auxílio. 

    Alguns dos municípios em situação de emergência são Guajará, Envira, Eirunepé, Itamarati, Ipixuna, Carauari e Juruá, Pauini, Boca do Acre, Lábrea, Canutama, Tapauá e Borba.

     Apesar do auxílio pago nesta sexta-feira ser de parcela única, o governador Wilson Lima não descartou um auxílio paralelo e permanente. "Com relação a um auxílio permanente, está sendo analisado de acordo com o recurso que temos. Se tivéssemos esse recurso, com certeza pagaríamos", afirmou Wilson Lima.

    Atendendo a todos os municípios do Amazonas, a Defesa Civil atua com um plano de contingência em operação em parceria com o Governo do Estado em outras ações para o benefício da população.

    Veja o pronunciamento do governador 

    Leia mais

    Amazonas sofrerá "a maior cheia dos últimos 100 anos", alerta governo

    Centro de Manaus vai receber ações para amenizar prejuízos da cheia

    Defesa Civil Nacional repassa R$ 671,59 mil para Tapauá (AM)