Fonte: OpenWeather

    Medida


    Manaus suspende licenças para eventos com cobrança de ingresso

    A medida visa evitar propagação do novo coronavírus na capital amazonense

     

    O novo decreto, de nº 5.801, foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) desta segunda-feira (10)
    O novo decreto, de nº 5.801, foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) desta segunda-feira (10) | Foto: Dhyeizo Lemos/Arquivo Semcom

    Manaus (AM) - O Amazonas alcançou 375.603 casos da Covid-19 e a triste marca de 12.746 o total de mortes causadas pela doença. Apesar da flexibilização de alguns setores, o estado ainda continua em alerta e com o risco de uma terceira onda do novo coronavírus.

    Com o objetivo de evitar a propagação da doença, o prefeito de Manaus, David Almeida, suspendeu até o dia 17 de maio as concessões de licenças e autorizações municipais para realização de eventos com cobrança de ingresso na capital amazonense.

    O novo decreto, de nº 5.801, foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) desta segunda-feira (10).

      “Todas as medidas na nossa gestão priorizam a saúde e o bem-estar da população neste momento. O Comitê Intersetorial de Enfrentamento e Combate à Covid-19 tem avaliado e decidido a partir dos números da doença em Manaus. Qualquer mudança na situação epidemiológica no município nos fará reavaliar as decisões anteriormente tomadas”, explicou o prefeito David Almeida.  

    A medida considera, entre outros atos, o Decreto do Estado n° 43.791, de 30 de abril de 2021, que dispõe sobre a restrição parcial e temporária de circulação de pessoas em todos os municípios amazonenses, por conta do risco de contaminação pelo novo coronavírus.

    Pelo decreto municipal, fica permitido, até o próximo dia 17, o licenciamento de eventos sociais que atendam, cumulativamente, a limitação máxima de cem pessoas, com horário limite de encerramento às 23h; redução da ocupação do espaço em, pelo menos, 50%; vedação de cobrança, direta e indireta, de ingressos para entrada; proibição de funcionamento de pista de dança; e observância dos protocolos de prevenção à contaminação da Covid-19.

      “Para os eventos sociais permitidos, pedimos que a população se atente aos protocolos de segurança, como o uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social”, reforçou o prefeito.  

    Estão vedados, ainda, eventos sociais de qualquer natureza em ruas ou espaços públicos administrados pelo município, cujos controle de acesso e de público seja de difícil averiguação.

    Pela publicação também ficam revogadas por igual período as licenças e autorizações de eventos já emitidas anteriormente pelos órgãos e entidades da Administração Pública Municipal.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Circuito do Trabalho e Empreendedorismo retoma as atividades e cursos

    Cheia invade principal feira de Manaus; vendedores serão transferidos

    Mais de 16 mil doses da vacina Pfizer chegam ao Amazonas