Fonte: OpenWeather

    ATROPELAMENTO


    Mulher morre ao ser atropelada por carro em alta velocidade na AM-070

    A mulher atravessava a rua para comprar comida quando foi atingida pelo veículo

     

    Atropelamento na rodovia AM-070 matou moradora na hora.
    Atropelamento na rodovia AM-070 matou moradora na hora. | Foto: Reprodução

    Iranduba - Uma mulher, identificada como Cátia Araújo Sanches, de 45 anos, morreu após ser atropelada, na noite de quarta-feira (23), na rodovia Manuel Urbano (AM-070), nas proximidades do Distrito do Cacau Pirêra, município de Iranduba, distante 27 km de Manaus. O boletim de ocorrência foi feito às 23h45, pelo filho da vítima.

      O atropelamento teria sido causado por Francisco das Chagas Lopes, 38, que conduzia um carro modelo Kwid branco, da marca Renault. Segundo testemunhas, o motorista dirigia em alta velocidade enquanto Cátia atravessava a rodovia para comprar comida numa banquinha de churrasco. A moradora morreu na hora.  

    Moradores da região citaram que o local oferece muitos perigos para a travessia por conta da pouca iluminação.

    Estrada é conhecida por imprudência

    A estrada Manoel Urbano AM-070, que liga a capital aos municípios de Iranduba, Novo Airão e Manacapuru, já é objeto de preocupação dos moradores há algum tempo. Relatos de motoristas dirigindo em alta velocidade, desrespeitando leis de trânsito e até bebendo ao volante são constantes.

      Até outdoors pedindo que os motoristas não corram já foram instalados na estrada, mas o problema continua. A falta de fiscalização de trânsito e a iluminação do local também seriam problemas para a segurança.  

    Denúncia sobre motoristas dirigindo em alta velocidade, praticando direção perigosa e cometendo outras imprudências de trânsito devem ser feitas pelo  (92) 99345-5042, da Polícia Militar do município. 

    Leia mais:

    Motoristas imprudentes desafiam avida na rodovia AM-070

    Mortes por atropelamento aumentam 60% em Manaus em 4 meses

    Tiroteio em festa clandestina causa caos e deixa sete feridos