Fonte: OpenWeather

    Imunização


    Jovens participam expressivamente de mutirão de vacinação em Parintins

    Governo do Estado realiza o mutirão neste sábado para maiores de 22 anos

     

    Juventude comparece em peso para se vacinar após ampliação do mutirão de vacina
    Juventude comparece em peso para se vacinar após ampliação do mutirão de vacina | Foto: Divulgação

    Parintins - Com o anúncio do Governo de que o mutirão de vacinação em Parintins deste sábado (26) atenderia aos maiores de 22 anos, a juventude  parintinense compareceu expressivamente nos pontos de vacinação da cidade. Parte da campanha 'Vacina Amazonas', o mutirão registrou grande presença dos jovens que já podem ser vacinados no posto montado em frente à igreja Nossa Senhora do Carmo.

    O estudante universitário Tainã Costa, 28, foi um dos primeiros a chegar na fila da vacinação do sistema drive-thru. Empolgado com a imunização, ele destaca a organização e agilidade na hora de receber a vacina. “É muito gratificante, satisfação total. A gente vai conseguir sair dessa pandemia e seguir em frente. O processo é rápido, o atendimento é bom, pode vir, ficar tranquilo que o pessoal é bom”, disse.

    Contagem regressiva

    Foram 478 dias esperando por esse momento. Esse é o número que o estudante universitário João Victor Texeira, 23, carrega na placa escrita à mão, que ele fez questão de erguer no momento em que recebeu a aplicação da primeira dose da vacina AstraZeneca. Vacinado, ele revela que por várias vezes teve medo da morte nesta pandemia; e ressaltou que a vacinação é o melhor caminho para voltar à normalidade.

    “Tive medo de morrer, medo de sair de casa. Mas, tivemos que seguir em frente e aguentando. Muita gente não conseguiu, mas com a graças de Deus e o apoio de toda a comunidade científica estamos chegando lá. Se eu fosse dizer para todos os jovens desse estado: venham se vacinar. Não tenham medo”, disse o estudante.

    Já a técnica de logística, Lucinara Rocha, 25, celebrou a aceleração na campanha de vacinação no município. Ansiosa pelo grande momento, ela agradece a oportunidade de estar se imunizando mesmo com a pouca idade. “Na verdade, primeiro, é o sentimento de gratidão. É um alívio, primeiramente. É um privilégio. Eu podendo estar recebendo essa vacina agora, tendo muitas pessoas que não puderam ter essa oportunidade”, disse a jovem.

    *Com informações da assessoria 

    Leia mais

    Vacinação de 30 a 31 anos leva centenas de manauaras aos postos

    Prefeito anuncia vacinação para pessoas de 30 e 31 anos em Manaus

    Em visita a Nhamundá, governador Wilson Lima anuncia obras em hospital