Fonte: OpenWeather

    Desaparecimento


    Barbeiro desaparece após sair do trabalho em Manaus

    Rafael foi visto pela última vez vestido de calça azul jeans e camisa branca de manga

     

    De acordo com informações que foram repassadas para a família, Rafael estava devendo um agiota
    De acordo com informações que foram repassadas para a família, Rafael estava devendo um agiota | Foto: Reprodução

    MANAUS - Familiares estão à procura do barbeiro Rafael Cunha Costa, de 28 anos, que desapareceu no último sábado (10), após sair do trabalho no Parque São Pedro, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

    De acordo com o tio dele, Lucio Cunha, Rafael foi liberado do trabalho por volta das 23h e em seguida o próprio patrão o deixou na frente da Bemol da Torquato Tapajós para facilitar a locomoção até a sua residência. De lá, ele foi até o bairro Novo Israel, na Zona Norte de Manaus, parou alguns minutos para conversar com uns amigos e às 23h40 enviou a mensagem para a esposa grávida, que estava pedindo uber para ir buscá-la na casa da irmã dela, mas não chegou a pedir o uber, conforme o aplicativo de rastreamento.

    Depois da última mensagem no WhatsApp, Rafael não deu mais retorno. A esposa ainda ligou para o número, que completou a ligação, mas depois não chamou mais. Rafael foi visto pela última vez vestido de calça azul jeans e camisa branca de manga.

    Segundo informações que foram repassadas para a família, Rafael estava devendo um agiota, além de um policial militar, que lhe emprestou dinheiro para quitar algumas dívidas.

    A esposa de Rafael conseguiu rastrear o celular do esposo por meio de um aplicativo, ele se encontra, conforme o app, nas redondezas no balneário do Ramos, por detrás do Parque São Pedro.

    A família informou à polícia civil sobre o caso, mas foram informados que devido a muitas ocorrências, não poderiam fazer as buscas no local e que era necessário os próprios familiares irem até as redondezas e acionarem a Cicom da área.

    “Nós fomos na localização que dá na casa de uma senhora, que é até evangélica, na localização exata, mas não achamos nem ele e nem o celular. A moradora até disse que se tivessem matado ele por lá, os vizinhos teriam escutado”, destacou o tio.

    A família segue fazendo buscas pelo barbeiro em hospitais da capital e no Instituto Médico Legal (IML) com o objetivo de ter alguma resposta.

    Para quem tiver alguma notícia, entrar em contato no número: (92) 99449-4092 (mãe do Rafael) ou falar diretamente com Delegacia Especializada em Ordem Política e Social (Deops) na avenida Pedro Teixeira, 180, Conjunto. Dom Pedro l, Planalto – Telefones: 3214-2268/​32142269

    Leia Mais

    Corpo de um dos jovens desaparecidos em igarapé é achado em Manaus

    Menino de 12 anos desaparece após sair para jogar futebol em Manaus