Fonte: OpenWeather

    Retomada de eventos


    Amazonas planeja evento-teste para retomada de festividades

    O objetivo é preparar a retomada dessas atividades que permanecem fechadas por conta da pandemia

     

    O objetivo é preparar a retomada dessas atividades que permanecem fechadas por conta da pandemia
    O objetivo é preparar a retomada dessas atividades que permanecem fechadas por conta da pandemia | Foto: Divulgação

    MANAUS - Um dos setores mais afetados com a pandemia da Covid-19 foi a área de eventos por conta das recomendações para evitar aglomerações. Entretanto, com as coisas começando a voltar a normalidade, devido ao calendário de vacinação estar avançando, as cidades já estudam a realização de eventos-testes.

    No Amazonas, o governador Wilson Lima anunciou que o Comitê Intersetorial de Enfrentamento à Covid-19 fará um planejamento para a realização de eventos-teste presenciais com protocolos de segurança contra a doença. O objetivo é preparar a retomada dessas atividades que permanecem fechadas por conta da pandemia.

    O governador ainda destacou a importância do setor que gera empregos, formais e informais, e ajuda a movimentar a economia.

    "

    Nós vamos começar a fazer um planejamento para a realização de eventos. É claro que isso tem que ser feito com muito cuidado, seguindo todas as orientações da Fundação de Vigilância em Saúde, da nossa área da assistência de saúde, para que a gente possa também dar condições de, em algum momento, esse segmento possa voltar a ter suas atividades. "

    Wilson Lima, Governador do Amazonas

     

    Eventos-teste no Brasil

    Outros estados brasileiros também já estão estudando a possibilidade. Em São Paulo, o governo vai promover 30 eventos-teste presenciais com protocolos de segurança para a covid-19 para preparar a retomada das atividades que ficaram fechadas durante toda a pandemia. O primeiro desses eventos será uma feira de negócios em Santos, chamada Expo Retomada, que deve ocorrer no próximo dia 21 de julho.

      Nestes eventos, todos os participantes deverão estar vacinados e usar máscara. Além disso, todos eles vão passar por testes de covid-19. Haverá também limitação de público nestes eventos e um monitoramento pós-evento para avaliar os impactos em relação ao contágio.  

    Entre os eventos estarão 12 relacionados a economia criativa, dois de negócios, 14 eventos sociais e dois esportivos. Entre os esportivos estão uma prova de corrida de 10 quilômetros em São Paulo e o GP Brasil de Fórmula 1, no autódromo de Interlagos, em novembro.

    Bahia é outro estado que já tem um evento-teste marcado. O prefeito de Salvador, Bruno Reis, anunciou no inicio de julho que fará um evento teste em 29 de julho no Centro de Convenções da cidade. Cerca de 500 pessoas, todas vacinadas com ao menos uma dose de vacinas contra a covid-19, devem estar presentes.

    Retomada de eventos no mundo

     

    Os eventos-testes pelo mundo estão sendo considerados um sucesso
    Os eventos-testes pelo mundo estão sendo considerados um sucesso | Foto: Reprodução

    Pelo mundo, diversos países já estão realizando esses eventos e alguns têm sido um sucesso. Em Barcelona, na Espanha, um show-teste com 5.000 pessoas não apresentou nenhum sinal de contágio de Covid-19, segundo organizadores. O show aconteceu no dia 27 de março, e teve a  banda espanhola Love of Lesbian.

    Nos Estados Unidos, o país já acumula uma série de eventos agendados, já que a vacinação está bem avançada no território americano. Já são 12 grandes shows agendados apenas em 2021 e todos são com grandes artistas, como Maroon 5, Gun´s Rose e Pink Floyd. No país, o uso de máscara é opcional para a população.

    A Nova Zelândia é outro país que realizou um evento para o grande público ainda em 2020. Foi no dia 28 a 31 de dezembro, e é considerado o maior festival do país, o Rhythm and Vines. Foram mais de 20 mil pessoas presentes, que não tinham a obrigação do uso de máscara e do distanciamento social.

    Leia mais: 

    Carnaval do Rio de Janeiro já tem data de retorno após pandemia

    Comitê estabelece novos horários para comércio e serviços no Amazonas

    Olimpíadas proíbe álcool, pedidos de autógrafos e comemorações