Fonte: OpenWeather

    Auxílio


    População de Manacapuru recebe R$ 400 mil em Crédito Solidário

    Ação promove o resgate social e econômico de pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social e econômica

     

     

    O Crédito Solidário disponibiliza o acesso ao crédito desburocratizado
    O Crédito Solidário disponibiliza o acesso ao crédito desburocratizado | Foto: Divulgação

    Manaus (AM) - Em ações para amenizar os efeitos causados pela pandemia e enchente no Amazonas, o Governo do Amazonas realizou a entrega, nesta quarta-feira (4), de cheque pagamento do Programa Crédito Solidário, do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), no valor total de R$ 400 mil, para 200 proponentes beneficiados em Manacapuru (68 quilômetros da capital).

    A secretária executiva do FPS, Kathelen Braz, esteve no município para a entrega dos cheques pagamento e lembrou de várias outras ações realizadas em Manacapuru, pelo Governo do Amazonas, por meio do FPS.

    "

    Em nome do governador Wilson Lima e da primeira-dama Taiana Lima, eu venho cumprimentar todos vocês. E dizer que é uma honra trazer para Manacapuru mais uma ação do Governo do Estado, pois este município é um lugar onde o Fundo de Promoção Social tem vários projetos, tanto no setor social, como no setor primário. E o Programa Crédito Solidário, está realizando pela segunda vez a ação aos pequenos empreendedores do local "

    , destacou a secretária executiva.

     

    O recebimento das propostas para o programa, em Manacapuru, ocorreu no mês de junho. O Crédito Solidário disponibiliza o acesso ao crédito desburocratizado, de cunho social, voltado a pessoas sem vínculos empregatícios desempregadas ou subempregadas, possibilitando a inserção do cidadão no mercado de trabalho, visando a autossustentabilidade através de sua geração de renda, na atividade declarada no atendimento.

    Documentação

    Para a realização do cadastro, os documentos necessários foram RG (original e cópia); CPF (original e cópia); comprovante de residência atualizado no nome do solicitante e com CEP (água/luz/netfone/IPTU, original e cópia) ou, caso more alugado, contrato ou declaração de aluguel assinada e com cópia do RG e CPF do proprietário; e comprovante do estado civil (original e cópia), com cópia de RG e CPF do companheiro.

    Além da documentação, também é necessário que o proponente não tenha CNPJ ou MEI, dívidas em bancos, em lojas ou protesto em cartório, com exceção das dívidas em lojas com crediário próprio, até o limite máximo de R$ 1 mil. Aposentados e beneficiários de auxílio-doença também são restringidos no Programa.

    *Com informações da assessoria 

    Leia mais:

    Com reformulação, Governo do AM apresenta cinco novos secretários

    Alexandre de Moraes inclui Bolsonaro em inquérito das Fake News

    Bolsonaro empossa Ciro Nogueira como novo ministro da Casa Civil