Fonte: OpenWeather

    Linhas de ônibus


    Moradores do Cidadão Manauara 2 ganham nova linha de ônibus em Manaus

    O novo itinerário vai beneficiar um total de mil famílias do conjunto

     

    O pedido foi feito junto ao Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU)
    O pedido foi feito junto ao Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) | Foto: Divulgação / Implurb

    Manaus (AM)- Os atuais e futuros moradores do Cidadão Manauara 2, etapas A e no bairro Santa Etelvina, zona Norte, ganham uma nova linha do transporte coletivo.

    A linha 307, da empresa Vegas passa a estender viagem até o residencial. A circulação no novo itinerário iniciou na quarta-feira (4).

    O novo itinerário atende um pedido feito pela Vice-presidência de Habitação e Regularização Fundiária, dentro do Plano de Trabalho Social e do Grupo Institucional do Poder Público (GIPP), para beneficiar um total de mil famílias do conjunto.

      Na etapa A, são 500 unidades habitacionais e na etapa B, que será entregue este mês, são mais 500 apartamentos.  

    A linha A307 faz a rota Santa Etelvina até a estação Santos Dumont, seguindo normal até a rua Santa Etelvina, rua Samambaia, rua Mata Mata, rua Paxiúba, conjunto Manauara 2, rua Nossa Senhora de Fátima, e daí seguindo o itinerário normal até a Amadeu Teixeira.

    O pedido foi feito junto ao Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU).

    Para tirar as dúvidas em relação às mudanças nos itinerários e demais demanda em relação ao transporte coletivo, o órgão de trânsito e transporte disponibiliza as linhas telefônicas para os usuários: (92) 3632-2784 / 3653-2486 / 118, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

    Residencial


    Com 23.981,39 metros quadrados de área construída, o residencial multifamiliar de interesse social Cidadão Manauara 2 terá sua inauguração pelo prefeito de Manaus, David Almeida, junto ao presidente da República, Jair Bolsonaro, com previsão para o mês de setembro.

      Os 500 apartamentos fazem parte do programa habitacional da Prefeitura de Manaus e integram o programa federal “Casa Verde e Amarela” (antigo “Minha Casa Minha Vida”), com financiamento pela Caixa Econômica Federal.  

    São 25 blocos residenciais padrão e adaptáveis para Pessoas com Deficiência (PcDs), com cinco pavimentos em cada bloco (térreo e quatro andares).

    Cada apartamento tem sala de estar e jantar, dois quartos, hall, banho social adaptável, cozinha e área de serviço. Os equipamentos comunitários que compõem o conjunto incluem salão, clube social, copa/bar, banheiros, quadra poliesportiva, quadra de areia, dois playgrounds, área verde, área de preservação permanente e sistema viário, incluindo vagas de estacionamento para visitantes e moradores.

    Os futuros moradores serão isentos de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), como medida da gestão David Almeida, por lei municipal.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Paralisação de "advertência" dos rodoviários pega manauaras de surpresa

    Veja mudanças nas linhas de ônibus da zona Norte de Manaus