Fonte: OpenWeather

    Surto


    Amazonas registra 44 casos e uma morte da 'doença da urina preta'

    Dos 44 casos, 34 são em Itacoatiara (sendo um óbito), quatro em Silves, dois em Manaus, dois em Parintins, um em Caapiranga e um em Autazes

    A rabdomiólise é uma síndrome clínico-laboratorial que decorre da lesão muscular | Foto: Divulgação

    MANAUS (AM) - A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas- Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), recebeu mais 11 notificações de casos de rabdomiólise, conhecida como doença da 'urina preta', nesta segunda-feira (30). Ao todo, são 44 casos da síndrome notificados no estado, 34 em Itacoatiara (sendo um óbito), quatro em Silves, dois em Manaus, dois em Parintins, um em Caapiranga e um em Autazes.

      Das 11 novas notificações registradas, cinco são de Itacoatiara, quatro de Silves e duas de Parintins. Nesta segunda-feira (30), seguem internadas 10 pessoas, todas de Itacoatiara (10 adultos). Os demais pacientes receberam alta hospitalar.  

    Rabdomiólise

    A rabdomiólise é uma síndrome clínico-laboratorial que decorre da lesão muscular com a liberação de substâncias intracelulares para a circulação sanguínea.

    Ocorre normalmente em pessoas saudáveis, na sequência de traumatismos, atividade física excessiva, crises convulsivas, consumo de álcool e outras drogas, infecções e ingestão de alimentos contaminados, que incluem o pescado. O quadro clínico da doença pode incluir elevações assintomáticas das enzimas musculares séricas (creatinina-fosfoquinase – CPK).

    Leia Mais

    Consumo de peixes no Amazonas é autorizado por infectologista

    *Com informações da assessoria