Fonte: OpenWeather

    Incentivo


    Campanha incentiva doação de órgãos e tecidos no Amazonas

    Durante a pandemia, foram realizadas19 cirurgias de retirada de órgãos, fígado e rins doados, para transplante, um aumento de 58% em relação ao ano anterior

     

    | Foto: Rodrigo Santos/SES-AM

    MANAUS - Em 2020, o Amazonas alcançou o primeiro lugar na região Norte na captação de órgãos ofertados à Central Nacional de Transplante (CNT). Mesmo com a pandemia de Covid-19, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) realizou 19 cirurgias de retirada de órgãos, fígado e rins doados, para transplante, um aumento de 58% em relação ao ano anterior. A campanha Setembro Verde incentiva a doação de órgãos e tecidos e sensibiliza sobre a importância do ato.

    Com o tema ‘Seja doador: Comunique quem você ama’, o Setembro Verde tem o objetivo de estimular e conscientizar sobre a importância da doação para aumentar a captação e o número de órgãos e tecidos disponibilizados à CNT e, assim, proporcionar esperança de vida ou de recomeço para pessoas que precisam desse ato de solidariedade.

    O coordenador da Central de Transplantes do Amazonas, médico-cirurgião de transplante de fígado, Marcos Lins, ressaltou que o Setembro Verde é uma iniciativa voltada à sensibilização e de incentivo para que as pessoas conversem com seus familiares sobre o desejo de doar os órgãos.

     

    | Foto: Rodrigo Santos/SES-AM

    “A importância das ações é para aumentar o número de doações e diminuir a quantidade de recusa familiar que é alta no estado. Um dos motivos para a negação da família em realizar a doação é o desconhecimento ou a falta de confirmação, em vida, do possível doador. Não tem transplante sem doação. São os dois braços. Se o amazonense está sendo transplantado em outros estados temos que contribuir com doação de órgãos também do Amazonas” afirmou o coordenador.

    Captação

    O Amazonas realiza a captação de órgãos, além de córneas (tecido). Apenas o transplante de córnea é feito no estado, em duas clínicas conveniadas com o Sistema Único de Saúde (SUS). Os rins e fígados captados são ofertados à CNT, responsável por localizar o receptor compatível com o órgão que estiver no topo da fila para transplantes em outros estados.

    Segundo o coordenador da Central de Transplantes do Amazonas, o transplante renal está em fase de credenciamento para realização em hospital da capital. Enquanto o transplante não é retomado no Amazonas, os pacientes são encaminhados para outros estados por meio do programa Tratamento Fora de Domicílio (TFD).

    Balanço 

    Apesar da pandemia ter ocasionado meses de baixa na captação de órgãos em 2020, o resultado total no ano foi positivo com o aumento nas coletas de fígado e rins, conforme o coordenador. Em 2019, foram captados um fígado e 24 rins, sendo que em 2020 o número saltou para 12 fígados e 34 rins captados. 

    Em relação à captação de córneas, o total de 2020 foi de 55, enquanto no ano anterior foram 176. Neste ano, até 31 de julho, já ocorreram captações de 62 córneas, sete fígados e 20 rins e 60 transplantes de córnea, segundo dados da Central de Transplantes do Amazonas.

    O estado já realizou 2.070 captações de córneas, entre 2004 e 31 de julho de 2021. O trabalho de captação de fígado e rins iniciou em 2011, totalizando 51 fígados e 340 rins captados para transplante.

    Ações

    Durante todo o mês de setembro, a Central de Transplantes do Amazonas irá promover atividades de sensibilização com simpósio online, palestras, live, exposição, capacitação, entrega de cartas de agradecimento às famílias dos doadores de órgãos e tecidos e a iluminação de prédios na cor verde em alusão a doação de órgãos.

    A Semana Nacional de Incentivo à Doação de Órgãos e Tecidos será realizada entre os dias 27 e 30 com programação alusiva ao Dia Nacional do Doador de Órgãos e Tecidos, comemorado no dia 27 de setembro.

     

    | Foto: Rodrigo Santos/SES-AM

    Programação

    Dia 1/09 - Parada de sensibilização para doação no semáforo da avenida codajás e carvalho leal, no bairro cachoeirinha, e no ambulatório de transplantes de rins e fígado da Fundação Hospital Adriano Jorge, às 9h;

    Dia 2/09 - Abertura do Setembro Verde com iluminação do Teatro Amazonas, às 18h30. Iluminação verde das fachadas das instituições públicas e privadas, às 18h;

    Dia 4/09 - Simpósio sobre doação de órgãos online, de 8h às 12h, no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio;

    Dia 17/09 - Live sobre o Setembro Verde;

    Dia 23/09 - Webpalestra no Núcleo Telessaúde da Universidade do Estado do Amazonas (UEA);

    Dia 27/09 - Dia Nacional do Doador de Órgãos e Tecidos - palestra sobre doação de órgãos no HPS 28 de Agosto, 14h às 16h;

    Dia 28/09 - Stand com informativos sobre doação de órgãos no HPS Platão Araújo e João Lúcio;

    Dia 29 e 30/09 - Atividade de sensibilização no ambulatório de transplantes na Fundação Hospital Adriano Jorge; Capacitação interna com os colaboradores sobre doação de órgãos e tecidos no Hospital Delphina Aziz; e entrega de cartas de agradecimento às famílias dos doadores de órgãos e tecidos pela Central Estadual de Transplantes.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Brasil registra queda de 26% na taxa de doadores de órgão

    Famílias estão mais dispostas a doar órgãos, diz Unicamp

    Servidores da FEI são mobilizados para doação de sangue Junho Vermelho