Fonte: OpenWeather

    Comunidade


    Bombas submersas são entregues para comunidades da RDS do Tupé

    Ao todo, aproximadamente 450 famílias serão beneficiadas

    Os equipamentos entregues pela Prefeitura de Manaus são frutos de uma doação da Organização Internacional para as Migrações | Foto: Divulgação

    MANAUS (AM) - A entrega de quatro bombas submersas para as comunidades Nossa Senhora do Livramento; Julião; Colônia Central e São João do Tupé, da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Tupé, na margem esquerda do rio Negro foram entregues pela Prefeitura de Manaus nesta quarta-feira (6).

      Ao todo, aproximadamente 450 famílias serão beneficiadas com os equipamentos utilizados na captação de água em poços artesianos. Além dessas comunidades, a prefeitura já realizou a entrega na agrovila Amazonino Mendes no mês de agosto.  

    Os equipamentos entregues pela Prefeitura de Manaus são frutos de uma doação da Organização Internacional para as Migrações (OIM), órgão vinculado à Organização das Nações Unidas (ONU), à Semmas, secretaria gestora da RDS do Tupé.

    De acordo com a subsecretária da Semmas, Andrea Cidade, a ação nas comunidades da zona rural de Manaus atende às orientações do prefeito David Almeida. “É uma orientação do prefeito levar, para nossas comunidades, os mesmos serviços oferecidos nas comunidades da zona metropolitana, no sentido de unir todas as ações da gestão municipal”, destacou Andrea.

    Ainda durante a entrega das bombas submersas, Andrea reafirmou que a Semmas voltará a atuar em parceria com as comunidades, no sentido de ajudá-las a se desenvolverem de forma sustentável. “Estamos conversando diariamente com o nosso secretário Antônio Stroski sobre as demandas de nossas unidades, que praticamente foram abandonadas, e o nosso objetivo, com o avanço da vacinação, é de estarmos mais presentes”, concluiu

    Agradecimento

    A presidente da Associação de Moradores do Livramento, Francisca Cavalcante de Carvalho, disse, bastante emocionada, que há 20 anos a comunidade não possui um poço artesiano comunitário e, com a chegada da bomba submersa, mais moradores terão acesso à água.

    “Vocês não têm ideia da importância que essa bomba tem para nossa comunidade. Moro há 40 anos aqui e há mais de 20 anos não possuíamos um poço comunitário. Agora, com a ajuda do prefeito David Almeida e da OIM, o nosso povo será beneficiado. Que mais projetos iguais a esse possam chegar até a gente”, completou.

    Leia Mais

    Governador anuncia CNH Social e isenção de taxas para mototaxistas

    Crianças com transtorno do espectro autista visitam Parque do Mindu

    *Com informações da assessoria