Fonte: OpenWeather

    Justiça por Luzenilda


    Morte brutal de dona de mercadinho causa protestos em Manaus

    Moradores do conjunto Vila Nova, na av. Camapuã, fecharam a via e exigiram segurança e a prisão dos assassinos.

     

    Eles protestavam contra a falta de segurança no local, que tem sofrido constantes assaltos, de acordo com os moradores e pela morte da comerciante.
    Eles protestavam contra a falta de segurança no local, que tem sofrido constantes assaltos, de acordo com os moradores e pela morte da comerciante. | Foto: Divulgação

    Manaus -  Manifestante fecharam a avenida Camapuã, nas proximidades do conjunto Vila Nova, bairro Cidade Nova, zona Norte de Manaus, na manhã deste sábado (16).

    Eles protestavam contra a falta de segurança no local, que tem sofrido constantes assaltos, de acordo com os moradores.

    Também houveram protestos pela morte da comerciante Luzenilda Oliveira Silva Araújo, assassinada por bandidos dentro de seu mercadinho, em uma tentativa de assalto, ocorrida na última quinta-feira (14), na rua 11 do mesmo local. Na ocasião, o marido de Luzenilda foi baleado e teve que ser levado às pressas para o Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, na zona Leste da cidade, mas não corre risco de vida.

    “Estamos cansados de ser assaltados e nossa vizinha perdeu a vida de uma maneira tão brutal. Uma mulher trabalhadora. Amigos e familiares querem só uma coisa – justiça. Queremos, ainda, mais policiamento na área”, disse uma moradora que não quis ser identificada.

    Trânsito

    A ação causou lentidão para os motoristas que trafegavam pela avenida Camapuã, mas teve o apoio popular. César de Paula, autônomo, trafegada pela via e aprovou o protesto.

    “As coisas só funcionam quando a população se revolta e faz para as ruas. Assim que funciona o nosso pais. Esse conjunto aí, já ouvi dizer que tem muitos assaltos e a senhora que morreu merece justiça”, disse indignado.

     
    A ação causou lentidão para os motoristas que trafegavam pela avenida Camapuã, mas teve o apoio popular. César de Paula, autônomo, trafegada pela via e aprovou o protesto.
    A ação causou lentidão para os motoristas que trafegavam pela avenida Camapuã, mas teve o apoio popular. César de Paula, autônomo, trafegada pela via e aprovou o protesto. | Foto: Divulgação

    Câmeras

    Câmeras de segurança registraram o momento em que criminosos, que estavam a pé, invadiram o comércio, em que Luzenilda e o marido estavam, e, em pouco menos de um minuto, saíram correndo após efetuarem os disparos. 

    Ainda é possível ver que uma pessoa tinha acabado de sair do comércio quando os criminosos chegaram e adentraram ao estabelecimento. 

    Acompanhe as imagens das câmeras de segurança, no dia do crime: 

    Capa do Vídeo
    | Autor: Divulgação
     

    Acompanhe, ainda, o protesto dos moradores neste sábado (16): 

    Capa do Vídeo
    | Autor: Divulgação
     

    Leia mais: 

    Vídeo: dona de mercadinho é morta por criminosos em assalto em Manaus

    Homem segurava criança antes de ser assassinado por criminosos

    Mulher é presa em Manaus suspeita de homicídio ocorrido no RJ

    Comentários